Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

nova declaração

Joesley presta depoimento
à PF em inquérito sobre Temer

16 JUN 17 - 15h:27FOLHAPRESS

O dono da empresa de carnes JBS, Joesley Batista, prestou depoimento nesta sexta-feira (16) à Polícia Federal no inquérito que investiga o presidente Michel Temer por suspeita de corrupção e tentativa de "compra do silêncio" do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do corretor de valores Lúcio Funaro.

O depoimento, noticiado pelo site G1 e confirmado pela reportagem, foi prestado ao Ginq, grupo de policiais federais vinculados à direção-geral da PF destacados para atuar nos inquéritos que tramitam em tribunais superiores sobre autoridades com foro privilegiado.

Segundo o G1, a defesa de Joesley afirmou que ele confirmou as informações prestadas anteriormente à PGR (Procuradoria-Geral da República), com a qual fechou um acordo de delação premiada em abril deste ano.

Em 7 de março, o empresário gravou uma conversa com Temer no Palácio do Jaburu. Segundo o entendimento da PGR, na conversa Temer apoiou a iniciativa de Joesley para impedir que Cunha e Funaro fizessem uma delação premiada.

Além disso, no mesmo inquérito é investigado um ex-assessor próximo de Temer, o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), que está preso em Brasília após ter recebido uma mala com R$ 500 mil em espécie da JBS.

Conforme decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin, relator dos casos da Operação Lava Jato no tribunal, a PF tem até a próxima segunda-feira (19) para encerrar o inquérito que investiga o presidente. A investigação foi aberta no dia 18 de maio, também por ordem de Fachin e a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

No mesmo inquérito, a PF encaminhou 82 perguntas ao presidente Temer. Após um pedido de adiamento do prazo para envio das respostas, Temer se recusou a responder as perguntas. Em manifestações anteriores, Temer e o Palácio do Planalto já negaram quaisquer irregularidades na relação com Joesley Batista.

A assessoria de imprensa da JBS, a cargo da FSB Comunicação, informou que Joesley "prestou o depoimento na manhã de hoje e segue colaborando com a Justiça".

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

DEMITIDO DO GOVERNO

Marcos Cintra é chamado para reestruturar o PSL

Cintra foi demitido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes
Eduardo Bolsonaro diz que não <BR>sabe se é líder no momento
APESAR DE CONFIRMAÇÃO

Eduardo Bolsonaro diz que não sabe se é líder no momento

Iunes é favorito para se reeleger; Delcídio aparece na quinta posição
CORUMBÁ

Iunes é favorito para se reeleger; Delcídio é 5º

POLÍTICA

ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL: 'Não tem sentido se envolver na confusão'

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião