Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Acordo

JBS diz que assinou termo de adesão
ao acordo de leniência entre J&F e MPF

Termo prevê pagamento de multa de R$ 10,3 bilhões em 25 anos

6 SET 17 - 22h:00G1

A JBS informou nesta quarta-feira (6) que assinou o termo de adesão ao acordo de leniência fechado em 5 de junho de 2017 entre J&F Investimentos e o Ministério Público Federal.

A J&F é a holding que reúne os negócios da família Batista, liderada por Joesley Batista. O acordo firmado entre a J&F e o MPF prevê o pagamento de multa de R$ 10,3 bilhões ao longo de 25 anos.

Após o fechamento do acordo pela holding, as empresas controladas pela J&F tiveram de decidir se aderam ou não ao acordo. A Alpargatas, que pertencia à holding, firmou o compromisso, mesmo após a família Batista se desfazer de sua participação na empresa.

O frigorífico JBS é controlado pela família Batista, dono de uma participação de 42% na empresa. Trata-se do maior negócio do grupo e da maior companhia de carnes do mundo.

De acordo com o comunicado enviado pela JBS, o conselho de administração da empresa aprovou a adesão ao acordo firmado pela holding com o MPF.

A empresa esclareceu, no entanto, que as obrigações financeiras fechadas no acordo serão assumidas pela

"JBS esclarece que é o entendimento da administração que referida adesão está sendo realizada no melhor interesse da Companhia, resguardando-a dos impactos financeiros do Acordo de Leniência, que serão integralmente assumidos pela J&F", afirmou a empresa, em comunicado.

"Por meio da adesão ao Acordo de Leniência, a JBS reforça seu compromisso com a integridade e com o fortalecimento dos seus esforços nas áreas de compliance e integridade corporativa, bem como com a criação de valor a seus acionistas", afirmou a empresa em comunicado.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro volta a defender indulto natalino a policiais
BRASÍLIA

Bolsonaro volta a defender indulto natalino a policiais

Bolsonaro nega mudanças na equipe ministerial e elogia Weintraub
BRASÍLIA

Bolsonaro nega mudanças na equipe ministerial e elogia Weintraub

Em ato de filiação de prefeita, Delcídio anuncia pré-candidatura ao governo em 2022
ELEIÇÕES

Em ato de filiação de prefeita, Delcídio diz que vai disputar governo em 2022

"Um companheiro de vida", diz viúva de Juvêncio durante velório
DESPEDIDA

"Um companheiro de vida", diz viúva de Juvêncio durante velório

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião