Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

MILÍCIA NA CADEIA

Jamilson Name reaparece e fala em "semana conturbada"

Deputado do PDT faltou nos trabalhos da última semana "para cuidar da família"

8 OUT 19 - 11h:36RAFAEL RIBEIRO

Uma semana após ficar ausente da Assembleia Legislativa com a prisão do pai e irmão, acusados de chefiarem milícia, o deputado estadual Jamilson Name (PDT) reapareceu na Casa de Leis na sessão da manhã desta terça-feira (8).

O parlamentar voltou a reforçar o que disse em nota oficial após a operação que teve como alvo seu pai, o empresário Jamil Name, e o irmão, Jamil Name Filho, em 27 de setembro, no que considerou "uma semana conturbada."

"Estou voltando aos poucos. Semana passada estava cuidando da minha família, da minha mãe e dos meus sobrinhos", disse o deputado, aos jornalistas, durante a sessão.

Visivelmente abatido, Jamilson se diz preocupado com a saúde do pai, "um idoso de 80 anos que nunca fora indiciado", e disse que confia na Justiça para a solução do caso.

"Colocamos o processo do meu pai nas mãos dos advogados, confiamos nas instituições", completou o deputado.

Jamil Name e o filho são apontados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público de Mato Grosso do Sul como os chefes de uma milícia armada responsável por diversas execuções no Estado. Ao todo, 19 pessoas foram presas e R$ 160 mil aprendidos. 

*Colaborou Izabela Jornada

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

POLÍTICA

ACM Neto nega fusão do DEM com o PSL: 'Não tem sentido se envolver na confusão'

Maia defende reforma tributária para combater desigualdade
BRASIL

Maia defende reforma tributária para combater desigualdade

Convocado, ministro do Turismo depõe sobre candidaturas-laranja do PSL
BRASÍLIA

Convocado, ministro do Turismo depõe sobre candidaturas-laranja do PSL

POLÍTICA

Senado deve concluir terça-feira votação de mudanças na Previdência

Projeto precisa alcançar o mínimo de 49 votos favoráveis

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião