Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

renúncia de tributos

Governo vai exigir ressarcimento do
dinheiro da JBS e abrir processo

CPI teria encontrado irregularidades fiscais na empresa

27 JUL 17 - 04h:00DA REDAÇÃO

O governo de Mato Grosso do Sul vai exigir o ressarcimento do dinheiro da JBS se a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa comprovar que não foram cumpridos os acordos para concessão de incentivos fiscais.

Em apenas 15 dias de trabalho, a CPI já detectou irregularidades fiscais e tributárias em um dos Tares (Termo de Ajustamento de Regime Especial) firmado com a gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB).

O prejuízo, segundo o presidente da comissão, deputado estadual Paulo Corrêa (PR), foi de quase R$ 100 milhões aos cofres públicos.

Diante disso, conforme o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, as ações para reaver o dinheiro serão tomadas apenas após a conclusão da investigação. “Se for comprovado o descumprimento de acordos, nós iremos atrás das medidas cabíveis”, afirmou.

Logo após a conclusão dos trabalhos, a CPI encaminhará o resultado da apuração ao Ministério Público Estadual (MPE).

Em seguida, caberá à Justiça a intimação dos denunciados, bem como a determinação de devolução do dinheiro concedido pelo Estado. “Se houver crime, nós vamos agir para reaver o dinheiro”, declarou Riedel.

Até agora, no primeiro Tare investigado — cinco termos do acordo estão sendo apurados pela CPI —, a comissão na Assembleia analisou 1.082 das 1.800 notas fiscais emitidas pela JBS. O incentivo fiscal de R$ 99 milhões pelo Estado foi firmado para ter R$ 285 milhões em contrapartida.

*Leia reportagem, de Tavane Ferraresi, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PSD está sem pressa para definir alianças para prefeitura
ELEIÇÕES 2020

PSD está sem pressa para definir alianças para prefeitura

Bolsonaro diz que propôs mudanças em reforma administrativa e que foi atendido
EM VIAGEM À ÍNDIA

Bolsonaro diz que propôs mudanças em reforma administrativa e que foi atendido

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores
MATO GROSSO DO SUL

Com maiores salários, Tribunal de Justiça poderá ter mais três desembargadores

REFORMA

Reformas tributária e administrativa podem ir juntas ao Congresso

Bolsonaro está com a delegação em missão na Índia

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião