Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

POLÍTICA

“Foi uma atitude de grandeza”, diz deputado que vai ocupar lugar de Bernal

Ex-prefeito abriu mão da presidência do PP

18 JUN 19 - 11h:35IZABELA JORNADA

Com a renúncia não oficial do ex-prefeito de Campo Grande Alcides Bernal da presidência do PP, o deputado estadual Evander Vendramini já articula para assumir o comando da sigla. “Foi uma atitude de grandeza; vou colocar meu nome a disposição”, afirmou. 

Na segunda-feira (17), Bernal divulgou em sua rede social que estava se afastado da vida pública e que deixava oposto de presidente do Partido para Vendramini. “Vou esperar o feriado para conversar com ele. Para ver se procede mesmo essa mensagem”, disse o deputado.

Vendramini declarou ainda que Bernal mandou mensagem por uma rede social para ele antes do anúncio público. “Ele me mandou essa mensagem, mas preciso conversar pessoalmente com ele; bernal disse que ia falar sobre isso depois do feriado”, explicou.

Indagado sobre qual seria a motivação de Bernal para tal atitude, Vendramini disse que pode ter sido motivada devido a inelegibilidade dele. 

O STF decidiu que o ex prefeito não poderá se candidatar e a suspeita é de que o regimento interno do partido não permite que inelegíveis façam parte. “A filiação dele é suspensa, mas tem de confirmar isso”, disse Vendramini. 

DESENTENDIMENTO

Integrantes do PP começaram a reclamar da falta de articulação de Bernal dentro do partido. A insatisfação começou com o vereador Valdir Gomes que chegou a fazer boletim de ocorrência após brigas que aconteceram entre os dois, por meio de mensagens de celular.

Reuniões foram feitas entre os progressistas e alguns chegaram a ir em Brasília (DF) para pedir ajuda da direção nacional.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

VAZA-JATO

Procuradores trocaram mensagens sobre Flávio Bolsonaro, afirma site

Deputados propõem liberar venda de remédios sem aval da Anvisa
ECONOMIA

Deputados propõem liberar venda de remédios sem aval da Anvisa

Sem oposição na Câmara, <br>Trad administra com tranquilidade
LEGISLATIVO

Sem oposição na Câmara, Trad administra com tranquilidade

BRASIL

Exército enquadra tuítes políticos de militares da ativa

Mais Lidas