Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FALTA DE PROVAS

Fachin manda arquivar denúncia<br> contra José Orcírio na Lava Jato

Delatores disseram que deputado recebeu dinheiro para campanha de Vander
20/07/2017 04:00 - DA REDAÇÃO


 

Denúncia contra o deputado federal José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, foi arquivada ontem pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e relator dos processos da Operação Lava Jato, Luiz Edson Fachin.

Para quitar despesas da campanha eleitoral de 2004, o petista e na época governador de Mato Grosso do Sul teria feito repasses de caixa dois. A acusação consta na delação premiada da publicitária Mônica Moura — esposa do marqueteiro João Santana. 

À Polícia Federal, Mônica relatou que a campanha do então candidato a prefeito de Campo Grande, deputado federal Vander Loubet (PT) “teve um caixa 2 bem grande”.

O casal foi contratado para fazer o marketing do PT em diversas disputas eleitorais, inclusive esta, do qual o ex-governador é acusado de efetuar o pagamento irregular. 

No contrato de quase R$ 4 milhões, a maior parte foi paga por fora pelo Zeca do PT e o ex-senador Delcídio do Amaral.

“Foi feito um contratinho mínimo com o PT local”, disse a publicitária. Ainda conforme ela, Delcídio pagava o caixa 2 pessoalmente, pois “nunca deixou ninguém pagar por ele”.

Já Zeca do PT tinha um intermediário para  os pagamentos. À Justiça Eleitoral, Vander Loubet informou que o trabalho dos marqueteiros custou R$ 250 mil.

*Leia reportagem, de Tavane Ferraresi, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!