Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 09 de dezembro de 2018

Eleições

Eleitor que votou com arma é interrogado pela Polícia Federal

A arma, apreendida pelos policiais, é de brinquedo

12 OUT 2018Por FOLHAPRESS12h:20

Um eleitor que usou uma arma para apertar os botões da urna eletrônica, num vídeo divulgado nas redes sociais, foi identificado pela Polícia Federal e irá responder por quebra de sigilo do voto. Maykon Santana Aníbal, 26, é morador de Cornélio Procópio, no Norte do Paraná. Ele prestou depoimento à PF na quarta-feira (10) e foi liberado em seguida.

A arma, apreendida pelos policiais, é de brinquedo. No vídeo divulgado nas redes, ele aperta o número 17, de Jair Bolsonaro (PSL), com o cano da arma. Em entrevista à RPC TV, Aníbal disse que fez uma "brincadeira" e que se arrependeu.

"Foi uma brincadeira que eu fiz na hora ali, sem pensar, e acabou resultando nesse problema. Nunca mais. É errando que se aprende. Um minuto de bobeira acaba prejudicando a vida inteira", declarou.

Outros dois eleitores, de Sergipe e São Paulo, também são investigados pela PF por terem postado fotos de seus votos, com uma arma em cima da urna. Nesse caso, eles podem responder por incitação ao crime, já que as postagens foram acompanhadas de mensagens que incitavam a violência, segundo a PF.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também