Segunda, 21 de Maio de 2018

SEM QUÓRUM

Deputados terão trabalho “a mais” na sessão de terça-feira

Nenhum dos três projetos que estavam na pauta foi votado hoje

15 FEV 2018Por MARESSA MENDONÇA E YARIMA MECCHI12h:05

Os deputados estaduais de Mato Grosso do Sul terão de trabalhar a mais na sessão da próxima terça-feira. Isto porque os três projetos que estavam na pauta de hoje, e não foram votados por falta de quórum, automaticamente entrarão em discussão na semana que vem.

Dos 24 deputados, apenas 12 compareceram ao plenarinho. Para votar um projeto de lei são necessários 13 e quando se trata de Projeto de Emenda Constitucional (PEC) o quórum mínimo sobe para 16.

O Cabo Almi (PT) comentou que, muitos deputados têm base no interior e, para eles, não compensa vir para apenas um dia de trabalho. Na última terça-feira (13), não teve sessão por conta do recesso de Carnaval.

“Parlamento não se resume a sessão”, declarou o deputado, reforçando que os outros parlamentares podem estar participando de outros eventos no interior.

Beto Pereira (PSDB) acredita que a Casa de Leis estará cheia na próxima sessão, com a presença de todos os deputados. Ele lembrou da necessidade em formar as comissões porque alguns projetos ainda não foram votados por falta desta formação. Os líderes, bancadas e blocos do ano passado foram mantidos para este ano.

O presidente da Assembleia, Junior Mochi (MDB) disse não ver como prejuízo a ausência dos deputados nesta quinta-feira, mas reforçou que eles terão de trabalhar mais na próxima sessão.

Ele vai se reunir com os líderes de partidos para definir quais parlamentares vão integrar as comissões. Após esta definição será possível analisar todas as matérias que foram enviadas ao Legislativo, especialmente os 29 vetos do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) aos projetos dos deputados.

Leia Também