Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES 2020

De olho na prefeitura, Esacheu deixa presidência da Santa Casa

Pré-candidato pelo PP quer disputar Executivo de Campo Grande
27/03/2020 16:15 - Yarima Mecchi


 

Pré-candidato pelo Partido Progressista (PP) à Prefeitura de Campo Grande, Esacheu Nascimento, deixou a presidência da Santa Casa o maior hospital do Estado. Conforme divulgado pela assessoria de imprensa da unidade, ontem (26) foi realizado um evento de despedida para Esacheu.

Esacheu Cipriano Nascimento estava a frente do hospital desde 2016 e foi reeleito para o cargo em novembro de 2019. Ele tomou posse no dia 2 de janeiro para o seu terceiro mandato e deveria a frente do hospital pelo triênio 2020-2023, mas preferiu sair para concorrer às eleições municipais.

Sem conseguir tirar Rose Modesto do PSDB, o PP anunciou em novembro que o nome da agremiação para disputar a Prefeitura Municipal de Campo Grande é de Esacheu Nascimento.  

Na época o deputado estadual Gerson Claro disse que a escolha se deu porque o PP está em fase de reorganização e precisava definir um norte para o partido. “O Esacheu é um excelente nome e o PP vai investir nele. Se a Rose vier será muito bem vinda também e então veremos o que faremos”, disse Claro em novembro.  

O partido conseguiu em 2012 administrar a Capital elegendo o ex-prefeito Alcides Bernal, um mandato conturbado com a cassação após pouco mais de um ano de eleito e a retomada do cargo no último ano meses antes de um novo pleito e a da eleição de Marcos Trad (PSD), que buscar a reeleição.  

Santa Casa

Assumiu a presidência do hospital o economista Heber Xavier, tendo como vice-presidente Heitor Rodrigues Freire e como diretora-secretária Alir Terra Lima. Com o ato, ficou declarado vago o cargo de diretor-secretário adjunto, para o qual foi convocada uma reunião extraordinária para o próximo dia 6 de abril de 2020 (segunda-feira), onde será definido o nome do sucessor.

 

Felpuda


Há quem diga que o horário eleitoral já começou. Isto porque lives estão pipocando nas redes sociais de pretensos candidatos, principalmente aqueles que querem cadeiras nas câmaras municipais. O mais interessante é que somente agora muitas dessas figurinhas estão descobrindo os problemas enfrentados pelos cidadãos dos mais diferentes setores. Até então, cuidavam apenas do “seu quadrado”. E só!