Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

notas fiscais frias

CPI da JBS recebe calhamaço de documentos para investigações

Deputados poderão pedir suspensão de incentivos

27 JUN 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

A CPI das Irregularidades Fiscais e Tributárias da Assembleia Legislativa recebe hoje um calhamaço de documentos da Secretaria de Estado de Fazenda  (Sefaz).

Os deputados que integram a comissão estavam na expectativa da chegada dos papéis para iniciar os trabalhos.

“O Márcio Monteiro [secretário de Fazenda] me ligou pedindo desculpas por não ter enviado ainda os documentos, mas vai conseguir entregar dentro do prazo. A novidade é que ele vai disponibilizar tudo também por meio eletrônico, vai ficar mais fácil de analisar”, afirmou o presidente da CPI, deputado estadual Paulo Corrêa.

O protocolo pedindo cópias dos cinco Tares (termos de acordo de regime especial) citados na delação premiada  irmãos Batistas, foi feita na sexta-feira.

Ao todo são cinco dias corridos para que a pasta entregue a documentação. Também são esperadas as notas fiscais emitidas por pessoas físicas e jurídicas entre os anos de 2010 e 2017, no valor de R$ 45.631.696,03 que seriam frias e utilizadas para pagar propinas. 

*Leia reportagem, de Gabriela Couto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também