Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

POLÍTICA

Com problemas de saúde, Zeca do PT deixa presidência do partido

Ele reuniu nomes da sigla para informar afastamento

21 OUT 19 - 18h:11YARIMA MECCHI

O ex-governador de Mato Grosso do Sul e ex-deputado federal, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, deixou a presidência do partido e vai se afastar das funções políticas para fazer um tratamento de saúde. De acordo com o deputado estadual Pedro Kemp, a agremiação fica sob responsabilidade do vereador de Coxim, Valdemir Ferreira. 

Kemp disse ao Correio do Estado que na semana passada o líder partido chamou os demais nomes da sigla para um reunião e comunicou que não concorrerá novamente para presidir a Executiva estadual do PT. “Zeca seria o nome de consenso para continuar, mas na semana passada reuniu lideranças do partido e colocou que vai fazer uma cirurgia mês que vem e preferiu não disputar a presidência e dar um tempo. Ele continua na militância, mas não quer estar mais à frente. Vai se cuidar um pouco, ele está com problema para andar. Resolver se afastar, cuidar um pouco dele e dos netos”, explicou.

Ainda conforme o parlamentar, com relação às eleições de 2020 a articulação vai ficar por conta do novo presidente estadual e na capital com o presidente Agamenon Rodrigues. Questionado se deve disputar o Executivo de Campo Grande, Kemp foi cauteloso. “O partido vai fazer discussões, meu nome sempre é lembrado, não é que eu tenho interesse, mas fico a disposição do partido. Esse ano a gente discutiu de organizar o partido, fazer filiação, com relação a prefeito ficou mais para o ano que vem”, disse.

O deputado disse ainda que mesmo sem o cargo na diretoria da agremiação, Zeca não deve ficar longe das decisões. “Ele é uma referência para todos nós do partido, é o Lula de Mato Grosso do Sul, sempre é consultado e vai continuar participando com certeza”, declarou citando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva liderança nacional do PT. 

O Correio do Estado tentou falar com o ex-governador, mas o celular está desligado e as mensagens não foram respondidas.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Bolsonaro decide sair do PSL e fundar novo partido
BRASÍLIA

Bolsonaro decide sair do PSL e fundar novo partido

PRESSÃO POPULAR

Ao anunciar renúncia, Evo Morales diz que "se confirma o golpe de Estado"

Líder anunciou sua saída do cargo ontem
Presidente da Bolívia, Evo Morales anuncia sua renúncia
PRESSÃO

Presidente da Bolívia, Evo Morales anuncia sua renúncia

Senado pode concluir votação da PEC paralela da Previdência na terça-feira
BRASÍLIA

Senado pode concluir votação da PEC paralela da Previdência na terça-feira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião