Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 21 de outubro de 2018

ELEIÇÕES 2018

Com poucos aliados, juiz Odilon foi o primeiro a registrar candidatura ao governo

O candidato ao cargo de governador do Estado é estreante na política

10 AGO 2018Por IZABELA JORNADA10h:49

Com poucos aliados e estreando na política, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT) foi o primeiro a pedir o registro de candidatura ao governo do Estado juntamente com a chapa de 27 postulantes a deputado estadual. Além disso, foi protocolado na Justiça Eleitoral a chapa de 14 candidatos de deputado estadual do PRB, coligado com PDT.

Na disputa para concorrer a uma vaga na Câmara dos Deputados, 21 candidaturas já foram registradas, dentre elas o vereador, filho do juiz, Odilon de Oliveira Junior e o deputado federal Dagobernto Nogueira, ambos do PDT. Outros registro se dividem a candidatos dos partidos Podemos, Novo e PRB.

O vice de Odilon, o bispo Marcos Antonio Camargo (PRB) também já registrou sua candidatura. Dos senadores, apenas três confirmaram registro por meio do site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), são eles: Pedro Chaves do PRB, Humberto Savio Abussafi Figueiró do Podemos e Dorival Betini do PMB.

Os registros devem ocorrer até a data limite que é o dia 15 de agosto e a documentação dos candidatos será analisada pelo Tribunal Regional de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) para emitir declaração de que os aspirantes registrados estarão aptos para disputar o pleito.

Após essa data será permitida a campanha eleitoral, em que candidatos poderão pedir votos nas ruas, reuniões e eventos. A partir do dia 31 de agosto, as propagandas por meio de rádio e televisão serão permitidas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também