Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

EDUCAÇÃO INFANTIL

Com falta de quase 11 mil
vagas, creches terão que divulgar lista de espera

Medida foi aprovada por vereadores, mas depende de Olarte para entrar em vigor

21 AGO 15 - 09h:40KLEBER CLAJUS

Lista de espera por vagas em Centros de Educação Infantil (Ceinfs) poderão ser divulgadas em site e mural das unidades, em Campo Grande. O objetivo da medida, aprovada por vereadores, consiste em garantir transparência ao processo diante da ausência de atendimento de 10.972 crianças de zero a cinco anos de idade.

Conforme o vereador Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), com a adoção do mecanismo de divulgação será possível aos pais saber a exata posição dos filhos em lista de espera, além de ser  importante indicador de transparência e para reforço de investimentos públicos no setor. A proposta, no entanto, depende de aval do prefeito Gilmar Olarte (PP) para entrar em vigor.

Nessa semana, representante da Semed (Secretaria Municipal de Educação) admitiu ausência de 10.972 vagas na educação infantil do município, que opera com 85 escolas urbanas, 100 Ceinfs, 4 escolas rurais, além do suporte de outras 185 instituições.

Daniela Kanits, coordenadora da educação infantil da Semed, explicou que na faixa etária de zero a três anos o atendimento chega a 47% das 15.508 crianças, além de contemplar 16.825 entre quatro e cinco anos.

Em relação a obras de novas unidades, Daniela informou que treze delas estão paralisadas por diminuição de repasse do governo federal e necessidade de aditivo. Apenas unidade do Jardim Moema tem previsão de entrega para 27 de agosto.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

POLÍTICA

PSDB terá candidato à Presidência em 2022, garante Bruno Araújo

MUDANÇAS

Congresso do PSDB vai marcar guinada à direita

Governador de MS, Reinaldo Azambuja, participa do evento
CONGRESSO NACIONAL

Bancada ruralista cobra apoio e se afasta do governo

BRASÍLIA

Deputados ouvem presidente do Banco do Brasil sobre possível privatização

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião