terça, 14 de agosto de 2018

futuro político

Carlão afirma que Tereza Cristina
precisa sair do PSB

19 OUT 2017Por GABRIELA COUTO19h:45

O vereador Carlão (PSB) afirmou que a deputada federal Tereza Cristina (PSB) vai ter que sair da legenda.

“Dentro do partido nacional não dá para ele ficar mais. Aqui na regional ela vai muito bem, ela tomou decisões boas para o país. Mas se ela não fizer isso pode até correr o risco de não se reeleger no ano que vem”, ponderou.

Para o parlamentar, a colega de sigla tomou decisões radicais para o grupo que faz parte da cúpula do PSB.

“Ela tem tomado posições isoladas e existem alguns xiitas que não veem a política como ela é”, acrescentou. A Direção Nacional do PSB marcou para o próximo dia 26, a expulsão de Tereza. Ela já perdeu a liderança da bancanda na Câmara dos Deputados.

Desde o início das suas manifestações pro-governo Temer, a deputada federal tem sofrido assédio de algumas legendas como DEM e PMDB.

Sendo “namorada” por vários líderes, inclusive o próprio presidente da República, Tereza ainda não decidiu seu futuro. Sabe-se que a ligação dela com o ex-governador André Puccinelli (PMDB) é muito forte, devido aos anos que ficou na ecretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo de Mato Grosso do Sul (Seprotur).

No entanto o colega de Casa, deputado federal Mandetta (DEM) já chegou a divulgar a ida dela para o DEM. Ela desmente tudo. 

Já sobre o destino de Carlão, ainda é uma incógnita. Até o momento ele afirma permanecer no PSB. “Estou bem e só mudarei de partido se houver novidades até a janela. Temos que esperar”.

O vereador afirmou ser pré-candidato a deputado estadual para as eleições de 2018. 

Leia Também