Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

LEI

Câmara não responde questionamentos e MPE pede urgência em transparência

Promotor recomendou que Casa de Leis responda imprensa e divulgue números
24/08/2015 08:00 - ALINY MARY DIAS


 

Uma recomendação publicada nesta segunda-feira (24) pelo Ministério Público Estadual (MPE) exige que a Câmara Municipal da cidade de Novo Horizonte do Sul, distante 320 quilômetros de Campo Grande e com 4,5 mil habitantes, cumpra a lei da informação e coloque em prática o Portal da Transparência da Casa de Leis.

Segundo o promotor de justiça, Daniel do Nascimento Britto, a implementação de um Portal da Transparência é “um mecanismo capaz de fortalecer o controle social”, além de ser exigência legal para divulgação de informações de interesse coletivo ou geral.

A recomendação também tem fundamentação em pedido feito pela imprensa da região para mais transparência nos números da Câmara, informações fornecidas parcialmente pelos vereadores.

No site da Casa, é possível acessar o Portal da Transparência, no entanto, os números são limitados. É possível consultar o balancete financeiro mensal da Câmara - o último disponível é referente ao mês de junho - no entanto, não há detalhes dos gastos dos vereadores, por exemplo.

Conforme o promotor, a Casa de Leis, além de implementar com urgência o Portal da Transparência, terá de responder por escrito os questionamentos da imprensa local.

O MPE deu prazo de cinco dias para que o presidente da Casa, vereador Isaias dos Santos (PSDB), responda se a Câmara irá ou não acatar as recomendações.

Felpuda


Paixão política que extrapola o bom senso, chega nas redes sociais e se transforma em baixaria pode resultar em prejuízo no bolso. Isso foi o que aconteceu com autor de texto nada elogioso contra colega por diferenças em apoio a candidatos nas eleições de 2016. O dito-cujo foi condenado a pagar indenização de R$ 7 mil, com correção monetária e juros mensais a partir da publicação da sentença, além dos honorários advocatícios. Detalhe: os adversários daquela época hoje andam de braços dados. Pode?