domingo, 15 de julho de 2018

Desvio Milionário

Câmara é contra cassação e vereador poderá retomar cargo

Fidencio Moragas (PRB) era acusado de ter ligação com empresa

4 AGO 2015Por ALINY MARY DIAS07h:44

Acusado de desvio milionário, o vereador licenciado Fidencio Moragas (PRB), de Paranhos, distante 477 quilômetros da Capital, foi inocentado durante julgamento ocorrido na sessão de ontem (3), na Câmara da cidade.

Dos oito vereadores da Casa, quatro votaram contra a cassação e o vereador licenciado poderá voltar ao cargo.

DENÚNCIA

Conforme informações da Receita Federal, a empresa BM Moraga-ME foi formalmente criada no dia 10 de janeiro de 2013, data que Fidencio e o prefeito Júlio Cesar de Souza (PDT) já sabiam ter sido eleitos.

Sendo proprietário da empresa, Fidencio não poderia vender para a Prefeitura, por isso usou o nome do seu filho Bruno, acadêmico de Engenharia Civil em Dourados, para tentar burlar essa norma.

As duas testemunhas do processo e os delatores afirmam que é de conhecimento de toda população de Paranhos que o vereador Fidencio é o proprietário do “Supermercado Moreira”, nome fantasia da BM Moraga-ME.

Mesmo sendo amigo pessoal de Fidencio, o prefeito Júlio Cesar afirmou que não sabia que seu secretário administrava a empresa e que teve conhecimento da procuração que vinculava Fidencio à BM Moraga-ME somente após a denúncia.

Ainda conforme a denúncia, algumas vendas da BM Moraga-ME para a Prefeitura de Paranhos foram realizadas somente no papel, ou seja, o serviço foi pago, mas não foi prestado e nesse ínterim foram desviados valores superiores à R$ 1 milhão.

Os denunciantes destacam ainda a rápida ascensão econômica do vereador que trabalha há 30 anos em Paranhos, mas duplicou seu patrimônio em poucos meses de contratos com a Prefeitura.

No fim de 2014, a justiça tornou indisponíveis os bens de Fidencio, por improbidade administrativa. 

Leia Também