Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

empresas fantasmas

Azambuja lança contraofensiva para
averiguar fraudadores de impostos

Governador acusa empresários de emitirem R$ 200 milhões em notas frias

30 MAI 17 - 07h:00DA REDAÇÃO

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) partiu para o contra-ataque e acusou os empresários do setor de frigorífico e de couro, entrevistados no programa “Fantástico” da Rede Globo, de “fraudadores do Fisco” e de emitirem mais de “R$ 200 milhões em notas frias” usando empresas “fantasmas” de outros estados.

“Aqueles não são empresários, mas um bando de picaretas fraudadores do Fisco”, declarou Azambuja.

O dono da Braz Peli Comércio de Couros Ltda., José Alberto Berger, acusa integrantes do governo estadual de extorsão. Ele gravou, no dia 8 de dezembro de 2016, pagamento de propina de R$ 30 mil a José Ricardo Guitti, conhecido por Polaco, para ser repassada a Sérgio de Paula, então chefe da Casa Civil, com suposta anuência do governador.

Azambuja disse que ninguém tem autorização para falar em seu nome e atacou os empresários chamando-os de “bando de fraudadores”. Ele ressaltou a suspensão dos benefícios fiscais do curtume de Berger por inúmeras irregularidades para sonegação de impostos e atos criminosos.

O governo do Estado vai acionar a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul para investigar os supostos crimes cometidos por José Alberto Berger. Outro empresário também está na mira, é Benilson Tangerino, que igualmente fez denúncia de supostamente pagar propina para obter benefício fiscal.

De acusadores, eles passaram a ser acusados de fraudar notas fiscais em ao menos dois estados do País. O esquema foi divulgado ontem, em coletiva de imprensa, organizada pelo secretário de Governo, Eduardo Riedel.

*Leia reportagens, de Adilson Trindade e Gabriela Couto, na edição de hoje do jornal Correio do Estado. 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Desembargador do TRE-MG proíbe novos inquéritos contra ministro do Turismo

BRASIL

Governo quer criar ou extinguir órgãos sem precisar de aval do Congresso

BRASIL

Deputados bolsonaristas pedem que Eduardo Bolsonaro substitua Delegado Waldir

BRASIL

Diretórios regionais do PSL têm dívida de R$ 5,9 milhões

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião