Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 18 de dezembro de 2018

Propina paga

Assista à delação de Wesley Batista
que ele relata esquema em MS

STF homologou relatos no âmbio da Lava Jato

19 MAI 2017Por DA REDAÇÃO17h:31

O empresário Wesley Batista, um dos sócios da JBS e irmão de Joesley Batista, fez delação premiada no âmbito da operação Lava Jato em 4 de maio deste ano. O depoimento foi dado em Curitiba (PR) e houve homologação pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro Edson Fachin é o relator do caso na Corte. Ele também suspeito o sigilo do processo nesta sexta-feira (19).

Wesley detalha diversos esquemas que eram pagos como propina, entre eles há um trecho específico sobre Mato Grosso do Sul.

O delator aponta que desde o governo de José Orcírio de Miranda, o Zeca do PT, passando por André Puccinelli (PMDB) e chegando a Reinaldo Azambuja (PSDB) há pagamento sistemático de propina tanto a partir de notas frias, como por meio de doleiros e em dinheiro vivo.

VEJA O VÍDEO

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também