Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

LAMA ASFÁLTICA

Advogados desistem de pedido de liberdade de Puccinelli no STF

O ministro Alexandre de Moraes vai analisar petição de desistência

10 AGO 2018Por RENATA VOLPE HADDAD E ADILSON TRINDADE17h:29

A defesa de André Puccinelli (MDB) desistiu do pedido de liberdade oficializado no Supremo Tribunal Federal (STF), após uma petição protocolada na tarde desta sexta-feira (10). Os advogados aguardavam a análise do ministro Alexandre de Moraes, que estava responsável sobre a decisão de livrar ou não Puccinelli, o filho, André Puccinelli Junior e o advogado João Paulo Calves, da prisão.

De acordo com um dos advogados do ex-governador, Renê Siufi, a fundamentação da desistência é que a ministra do Superior Tribunal Federal (STJ), Maria Thereza de Assis Moura não reconheceu o Habeas Corpus. “Então não tinha porque manter o recurso no STF”, declarou.

Agora, a defesa de Puccinelli vai esperar o julgamento do pedido de reconsideração no Tribunal Regional Federal da 3º Região. Como a defesa pediu a retirada do Habeas Corpus, Moraes ainda vai analisar o pedido.

O desembargador federal  Maurício Yukikazu Kato do TRF3, já negou o HC no dia 23 de julho, em São Paulo. O segundo habeas corpus negado foi no Superior Tribunal de Justiça (STJ) pelo ministro plantonistas Humberto Martins, no dia 27 de julho.

O trio está preso desde o dia 20 de julho no Centro de Triagem, no Jardim Noroeste. Calves está no Presídio MIlitar de Trânsito.

Leia Também