CAMPO GRANDE

Servidores de Caps terão atendimento psicológico após enfermeiro esfaqueado

Medidas foram encaminhadas ao secretário de saúde e ao prefeito Marcos Trad
12/09/2019 10:57 - RAFAEL RIBEIRO E BRUNA AQUINO


 

Cerca de oito servidores do Caps Aero Rancho vão passar por atendimento psicológico nesta quinta-feira após o incidente que ocorreu na tarde de ontem (11) na unidade de saúde. Na ocasião, um enfermeiro foi golpeado por uma faca e precisou ser encaminhado até a Santa Casa. 

Segundo o vereador Enfermeiro Fritz (PSD), da Comissão Permanente da Saúde na Câmara Municipal, medidas foram solicitadas junto ao secretário Municipal de Saúde, inclusive o atendimento a esses servidores. 

Os problemas citados pelo parlamentar é sobre a falta de efetivo da Guarda Municipal e a diminuição de equipes da saúde nas unidades de horário estendido. "Essa situação era anunciada pelo serviço que se encontra, a gente vem pontuando isso já tem mais de dois anos, cobrando providências sem efetividade do Executivo", disse. 

 O assunto foi bastante discutido após o vereador utilizar a Tribuna para tratar do assunto. 

A vereadora Cida Amaral (PROS) que também faz parte da comissão da saúde, destacou que é necessário focar na proteção dos servidores.  " Eu entendo a angustia que meu colega passou e está passando, quando alguém é violentado seja violência qual for, toda a rede é violentada. Estamos todos consternados com o que aconteceu com nosso colega", disse. 

 Para o vereador delegado Wellington (PSDB), é necessário ter um reforço na segurança. "A gente está fazendo um ofício ao secretário Valério Azambuja para solicitar a intensificação da segurança, mas será necessário fazer uma melhoria na escala de plantão dos guardas, mas o mais importante é ter uma segurança orgânica", finalizou.

O CASO

Enfermeiro do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) Aero Rancho foi esfaqueado por um paciente, que apresentou surto psiquiátrico e golpeou a vítima três vezes, na tarde de hoje, em Campo Grande.

Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), o paciente faz acompanhamento no Caps e, na tarde hoje, ele teve uma reação inesperada e agrediu o funcionários com um objeto perfuro-cortante, que ainda não se sabe se é faca ou tesoura.

Ainda segundo a Sesau, no momento da agressão o atendimento estava normal e não havia demora ou filas, sendo o caso decorrente de um surto repentino.

O enfermeiro foi atingido por pelo menos três golpes que, a princípio, foram avaliados como superficiais, sendo na região do tórax e abdomên. Ele recebeu o primeito atendimento no Centro Regional de Saíde (CRS) do Aero Rancho e foi encaminhado para a Santa Casa, onde passa por exames de avaliação, que irão verificar a gravidade do quadro, que até então é estável.

Assessoria de imprensa informou que uma equipe da Sesau acompanha o servidor e está prestando toda assistência.

O paciente que entrou em surto foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".