Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

LABURU

Homem com passagem por duplo homicídio é detido por receptação; veja vídeo

Suspeito foi encontrado em hotel e polícia desconfiava que ele tivesse engolido droga durante abordagem

22 NOV 19 - 11h:50DAIANY ALBUQUERQUE

Um homem de 29 anos foi detido por receptação pela polícia na manhã desta sexta-feira (22) e encaminhado para a delegacia. Ele foi encontrado com dois celulares novos, alguns produtos ainda embalados e várias capinhas de aparelhos diferentes em um hotel localizado na região da rodoviária antiga de Campo Grande. O suspeito tem passagem por duplo homicídio em Rio Brilhante e passou 10 anos preso.

De acordo com o comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar de Campo Grande, tenente-coronel Claudemir de Melo Domingos Braz, o rapaz foi recentemente liberado da cadeia e a suspeita é de que ele pratique pequenos furtos na região central da Capital.

Além disso, no momento da abordagem feita no quarto onde o rapaz estava há mais de um mês, no Hotel Chaparro´s, há a suspeita de que ele tenha engolido uma porção de entorpecente que estaria em sua posse para que os policiais não encontrassem a droga, já que ele saiu da prisão na condicional e não poderia ser pego com a substância.

“Ele estava trêmulo e com a boca branca, então acreditamos que ele tenha ingerido a droga. Provavelmente, depois da delegacia, ele será encaminhado para atendimento médico”, informou o tenente-coronel, que acrescentou que o rapaz seria membro de uma organização criminosa que atua dentro e fora dos presídios brasileiros.

A prisão foi feita durante a oitava edição da Operação Laburu, que está sendo feita quase que semanalmente na região central de Campo Grande, com o objetivo de coibir a venda e o uso de drogas no entorno da antiga rodoviária e também na Orla Ferroviária e Orla Morena.

No bojo da ação também foram presos um traficante de 20 anos que tentou escapar da polícia. Segundo os agentes, quando as viaturas chegaram na rodoviária antiga, ele correu pelo lado oposto, mas acabou sendo alcançado já na rua Marechal Rondon e preso. Com ele foram encontrados várias trouxinhas de pasta base de cocaína para venda.

Além dele, Keytiane Anastácio dos Santos, 27 anos, que estava foragida do sistema penal também foi presa, assim como um terceiro rapaz, não identificado, que estava com drogas para consumo. Um quarto rapaz precisou ser contido por um policial armado depois que tentou agredir um comerciante da região que via a movimentação da operação. O rapaz, que estava bastante alterado, perguntava ao senhor “quem era vascilão” e tentou bater no homem, momento em que um policial sacou a arma e revistou o rapaz. Como ele não estava armado e não tinha entorpecentes consigo acabou liberado.

Nas abordagens também foram recolhidos vários alicates e petrechos que a polícia acredita que seriam usados para praticarem pequenos furtos a comércios da região.

Participaram da operação cerca de 60 policiais, alguns à paisana. Conforme o comandante do 1º Batalhão, apesar da maioria dos moradores de rua permanecerem na região, boa parte tem deixado o local. “Quando começamos a operação tinham cerca de 300 usuários, agora encontramos de 80 a 50, então temos tido êxito aos poucos”.

 

VEJA VÍDEO DA OPERAÇÃO:

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Corpo carbonizado é encontrado em tambor próximo a anel viário
PONTA PORÃ

Corpo carbonizado
é encontrado em tambor próximo a anel viário

Morto em confronto era líder do crime organizado e criminoso mais procurado da Bahia
CARRO-FORTE

Morto em confronto era líder de facção
e criminoso mais procurado da Bahia

Suspeitos de assaltar carro-forte morrem em confronto com a polícia
QUADRILHA

Suspeitos de assaltar carro-forte morrem em confronto

Agentes penitenciários são a nova Polícia Penal em todo o País
A PARTIR DE HOJE

Agentes penitenciários são
a nova Polícia Penal em todo
o País

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião