Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

CASO BRENO

Filho de desembargadora é condenado a oito anos de prisão por tráfico

Breno já tem outra condenação por organização criminosa e lavagem de dinheiro

31 OUT 19 - 17h:00GLAUCEA VACCARI

Breno Solon Borges Fernandes, filho da desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges foi condenado a 8 anos e 10 dias de prisão por tráfico de drogas e posse ilegal de munições, em regime fechado, e foi absolvido do crime de associação criminosa. Ele já havia sido condenado a 9 anos de prisão por organização criminosa e lavagem de dinheiro em outro processo, no qual foi acusado de participar de quadrilha que iria resgatar criminoso de presídio.

A nova decisão é da juíza Camila de Melo Mattioli Pereira, da Vara de Água Clara, em processo que Breno respondia por ser flagrado transportando 130 quilos de maconha e 270 munições de arma de fogo de calibre restrito.

Conforme a juíza, o Ministério Público Estadual manifestou-se pela condenação do acusado, enquanto a defesa requereu a absolvição do crime de associação para o tráfico e reconhecimento da excludente de ilicitude do estado de necessidade em relação aos delitos de tráfico de drogas e porte de arma/munição de uso restrito.

Conforme a defesa, Breno cometeu os crimes de tráfico de drogas sob estado de necessidade, tendo em vista que tinha dívida de R$ 300 mil com agiota e estaria sofrendo ameaças contra si e sua família.

Juíza afirmou que foram reconhecidas a materialidade e autoria dos crimes e que o acusado não comprovou, nos autos, as ameaças alegadas.

Pena foi fixada em cinco anos e dez meses e pagamento de 583 dias-multa pelo crime de tráfico de drogas e em três anos e dez dias-multa por posse de munições. Penas foram somadas e resultaram em 8 anos e 10 meses de reclusão e pagamento de 593 dias-multa. Ele poderá recorrer em liberdade.

O CASO

Na madrugada de 8 de abril de 2017, por volta da 1 hora, Breno, Cleiton Jean Sanches Chaves e Isabela Lima Vilalva, namorada de Breno, foram presos na BR-262, em Água Clara, com 130 quilos de maconha e 270 munições de arma de fogo nos calibres restritos.

Trio saiu de Campo Grande com destino a Itapirá, no interior de São Paulo. O comboio composto por um Jeep Renegade e por uma camionete Ford F-250 transportava maconha e munições de fuzil calibre 7,62, de uso exclusivo das forças armadas, e de pistola nove milímetros. 

A Polícia Federal monitorava as BRs em Mato Grosso do Sul há cerca de 15 dias, pois existia a suspeita de que um grupo tentaria atravessar com produtos ilícitos da fronteira até o estado de São Paulo.

Na região de Água Clara, as equipes abordaram o Renegade que puxava carreta com uma moto de alta performance Honda CBR-1000. O veículo era conduzido por Breno e a namorada dele era passageira.

Logo atrás vinha a F-250, conduzida pelo serralheiro de 26 anos e que também foi abordada. Os três entrevistados não souberam explicar a origem e o destino da viagem e, por várias vezes, entraram em contradição, levantando suspeita dos agentes federais.

Em busca minuciosa, os policiais encontraram tabletes de maconha em fundos falsos da camionete e na carreta que levava a moto, onde também havia as quase 200 munições. 

Diante do flagrante, o empresário confessou que teria sido contratado para levar o material da Capital até Itapirá, para ser entregue a um desconhecido. A jovem e o serralheiro afirmaram desconhecer a presença dos ilícitos, alegando que acompanhavam o empresário para um encontro de motociclistas que aconteceria em São Paulo

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Apreensão de cocaína pela Receita bate recorde em 2019
QUASE 50 TONELADAS

Apreensão de cocaína pela Receita bate recorde em 2019

Roubos em vias públicas caem 21,1% em MS, diz Sejusp
CRIMES EM QUEDA

Roubos em vias públicas caem 21,1%, diz Sejusp

Estado coleta amostras para abastecer banco de material genético de criminosos
SEGURANÇA PÚBLICA

Estado coleta amostras para abastecer banco de material genético de criminosos

Juiz e advogados trocam farpas sobre Lei de Abuso de Autoridade
MILÍCIA ARMADA

Juiz e advogados trocam farpas sobre Lei de Abuso de Autoridade

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião