Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

TROCA

Em cerimônia curta e restrita, coronel Marcos Paulo Gimenez assume comando da PM

Solenidade foi fechada devido à pandemia do novo coronavírus
22/05/2020 13:29 - Adriel Mattos


Em uma cerimônia curta e com restrições devido à pandemia de Covid-19 – doença causada pelo novo coronavírus –, o coronel Waldir Acosta passou nesta sexta-feira (22) o comando-geral da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (PMMS) para o também coronel Marcos Paulo Gimenez. Acosta deixa o posto para passar a reserva, como é chamada a aposentadoria dos militares.

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) não compareceu à solenidade, mas enviou um vídeo onde agradeceu Acosta e deu as boas-vindas a Gimenez. “Os bons resultados que colhemos falam por nós”, frisou.

No discurso de despedida, o coronel Acosta lembrou do pai, que o inspirou a ingressar nas fileiras da PMMS. Em seguida, o secretário de estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, também agradeceu o ex-comandante pelo tempo de serviço.

Na edição de hoje do Diário Oficial Eletrônico (DOE), já consta a exoneração de Acosta e a nomeação de Gimenez para o comando-geral. Azambuja nomeou ainda o coronel Renato dos Anjos Garnes como subcomandante-geral, no lugar do coronel Edmilson Lopes da Cunha.

 
 

Felpuda


A tal estratégia de jogar informações nas redes sociais com objetivo de prejudicar adversários está começando a gerar reações. Uma dessas figurinhas vai ter de explicar, na Justiça, o por quê de postagem trazendo suspeitas pesadas contra cabeça coroada, que não gostou nadica de nada de ver o seu nome sendo usado como “bucha de canhão” para fins eleitoreiros. Vem chumbo grosso por aí! E sai debaixo!...