Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

INVESTIGAÇÃO

Dois detentos são encontrados mortos em presídio da Capital

Dupla estava há quatro dias no Presídio de Trânsito

29 OUT 19 - 18h:18GLAUCEA VACCARI

Dois detentos foram encontrados na manhã desta terça-feira (29) no Presídio de Trânsito (Ptran), em Campo Grande. Max Manoel Bezerra Gonçalves Neto, 19 anos, e Weverson Ferreira da Silva, 20, estavam há poucos dias no Complexo Peninteciário, presos por tráfico de drogas.

Conforme informações da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), os internos foram encontrados enforcados em cordas artesanais, junto às grades dos fundos do pavilhão 2, durante o banho de sol.

Agentes penitenciários isolaram a área e acionaram equipes da perícia e da Polícia Civil. Apesar do aparente suicídio, o caso foi registrado como morte a esclarecer e a suspeita é de que ambos tenham sido assassinados e colocados de forma a simular o suicídio.

CRIME

Maconha era transportada em picape (Foto: PRF)

Dupla foi detida há 12 dias transportando 274 quilos de maconha na BR-060, em Sidrolândia. Da Delegacia do Município, eles foram transferidos para o Presídio de Trânsito na Capital na última sexta-feira (25).

Max e Weverson estavam em um Fiat Strada e foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no km 416 da rodovia. Durante fiscalização de rotina, eles demonstraram nervosismo, levantando suspeitas da equipe policial, que decidiu realizar vistoria minuciosa no veículo.

No compartimento de carga da picape, policiais encontraram vários tabletes de maconha escondidos sob tábuas de madeira e peças de veículos. Outra quantia de droga estava dentro de um tambor de óleo, que também era transportado na Strada. No total, foram apreendidos 247 quilos de maconha e 7,25 quilos de skunk, a supermaconha.

Max, que era o motorista, confessou ter o veículo já carregado com a droga em Sidrolândia e levaria até Campo Grande, onde receberia R$ 1 mil pelo transporte. Weverson, que estava de passageiro, também receberia R$ 1 mil para acompanhar o transporte da droga.

Eles foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Sidrolândia, de onde foram transferidos para o Complexo Penitenciário de Campo Grande.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Apreensão de cocaína pela Receita bate recorde em 2019
QUASE 50 TONELADAS

Apreensão de cocaína pela Receita bate recorde em 2019

Roubos em vias públicas caem 21,1% em MS, diz Sejusp
CRIMES EM QUEDA

Roubos em vias públicas caem 21,1%, diz Sejusp

Estado coleta amostras para abastecer banco de material genético de criminosos
SEGURANÇA PÚBLICA

Estado coleta amostras para abastecer banco de material genético de criminosos

Juiz e advogados trocam farpas sobre Lei de Abuso de Autoridade
MILÍCIA ARMADA

Juiz e advogados trocam farpas sobre Lei de Abuso de Autoridade

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião