CRIME

Corpo de adolescente que estava desaparecida é encontrado

Suspeita é que a vítima tenha 13 anos
23/01/2020 09:15 - IZABELA JORNADA


 

Corpo de adolescente do sexo feminino é encontrado enterrado de cabeça para baixo em bairro da periferia de Chapadão do Sul, rua das Perdizes, no loteamento Esplanada. De acordo com informações do tenente W Luis, da Polícia Militar do município, denúncia anônima levou os agentes até a residência.

O tenente relatou que o corpo foi “mal enterrado” e por esse motivo começou a cheirar. Os pés da vítima ficaram a mostra devido as fortes chuvas que revirou a terra.

De acordo com o tenente, o corpo já estava em estado avançado de putrefação. “Não dá para identificar quem é, sabemos que se trata de uma adolescente do sexo feminino, apenas isso”, afirmou o tenente.

Informações preliminares são que vizinhos ouviram discussão de uma mulher e uma adolescente, há alguns meses, e depois não ouviram mais barulhos na residência.

De acordo com o site O Correio News são que a mulher que morava na casa é uma das participantes do crime e ela contou a polícia que o corpo encontrado enterrado é da adolescente Ingrid Lopes Ribeiro, de 13 anos, que estava desaparecida há mais de 90 dias. A suspeita foi encontrada na casa de uma amiga. O local onde a vítima enterrada foi encontrada, apesar de estar com os móveis no interior da residência, parece estar abandonada.

Ainda conforme o site, a mulher que foi presa suspeita de participar do crime disse que a adolescente foi mantida em cativeiro na casa e assassinada por uma pessoa de “alta periculosidade”. O motivo do assassinato e a ocultação do cadáver ainda não foi revelada pela suspeita de 31 anos. A mulher tem várias passagens pela polícia por crimes que envolvem drogas.

A suspeita disse que sua participação no crime consistiu em emprestar a casa para que a menor fosse mantida cativa e assassinada e depois morta e enterrada, além de ter limpado o sangue do local do crime após a execução da vítima.

Com a presença da perícia, o corpo foi desenterrado e verificado que as mãos e pernas da vítima encontravam-se amarradas e com sacos plásticos na cabeça.

No corpo da vítima havia no pescoço colar idêntico ao que Ingrid Lopes Ribeiro utilizava nas fotos de seu perfil, na rede social.

Ainda durante a entrevista policial, a mulher de 31 anos afirmou, que o corpo estaria enterrado em sua residência a pelo menos dois meses.

 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".