Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ARTIGO

Venildo Trevisan: "Vida de mãe"

Frei
11/05/2019 02:00 -


Enquanto os poetas enaltecem a figura e o nome da mulher mãe, cercando-a de carinho e de elogios, existem os que não lhe dão a merecida importância e não a reconhecem em seus dons e capacidades. Contudo, por mais que tentem obscurecer seus valores e seus talentos, sempre haverá alguém para coroar seus méritos e suas virtudes na simplicidade e na meiguice.

Não sabemos donde lhe vem tanta energia e tamanha sabedoria em expressar tanta fé e tanto amor à causa assumida como mãe, sem jamais perder a alegria e o otimismo mesmo amargando alguma dor ou sofrimento.

Nada a faz desistir. Mesmo no cansaço, descobre um espaço para semear um sorriso e para revelar uma esperança. Sabemos o quanto essa mulher é valiosa em nossa sociedade. Não lhe importam os diplomas. Não lhe importam os títulos. Não lhe importa a posição social. O que vale é o coração que ama a vida, que alimenta sonhos, que cultiva virtudes e constrói personalidades.

A vida dessa mulher, que orgulhosamente chamamos de mãe, é uma constante lição de carinho e de ternura, de luta e de bravura. Não conhece cansaço e nem desânimo. Está em constante renovação de sentimentos e de propósitos. Sempre decidida pelo melhor, pelo mais nobre e pelo mais sagrado.

Mesmo que a sociedade consumista a submeta a duros trabalhose lhe exija fartos resultados, mesmo assim, aquela que possui uma alma feminina sempre encontrará forças para superar essas escravidões e manter sua dignidade e sua honra, demonstrando orgulho e personalidade para seus filhos.

Sua vida será uma escola permanente de virtudes. Mesmo que não a valorizem, ela é e será sempre um dom de Deus. Felizes aqueles e aquelas que tiverem a sensibilidade de perceber e vivenciar essas riquezas do coração materno. Certamente terão sua personalidade marcada pela honra e pelo respeito filial.

Sempre sentirão em seu pensar a presença marcante de um sonho materno querendo ver em cada filho e filha um projeto realizado e um plano construído. Sempre haverão de recordar na simplicidade dos gestos maternos a maturidade de um ideal definido e de um sonho alcançado.

As vidas dessas mães são sábios poemas à disposição de quem possui alma de poe­ta. São escolas a ensinar os caminhos possíveis para quem tem um coração atribulado. São testemunhos fortes e vibrantes para quem se encontra em meio a indefinições

A vida de tantas mães se parece com a vida daquela que aceitou ser mãe de quem que veio para salvar a humanidade. Toda mulher que tiver a humildade e a simplicidade em se unir a ela encontrará as forças necessárias para superar as dores e para cultivar valores que lhe garantam a alegria e a felicidade de ser mãe.

Mesmo tendo que suportar a dor de ver um filho prisioneiro ou maltratado, essa mãe manterá a postura e a dignidade próprias daquela que, ao pé da cruz, silenciou a voz e abriu o coração para acolher tantos corações necessitados de conforto. Esse é o verdadeiro coração de mãe acolhedor e consolador.

Felpuda


Malfeitos que teriam sido praticados em tempos não tão remotos podem ser a pedra no caminho de pré-candidatura que está sendo costurada. As conversas ainda estão nas “ondas da rádio-peão”, mas, com a proximidade da campanha eleitoral, há quem diga que isso se tornará uma tremenda dor de cabeça para quem vai enfrentar as urnas. Pior:  o dito não seria culpado direto, mas sim a sua...  Bem, deixa rolar para ver onde vai parar.