Campo Grande - MS, segunda, 20 de agosto de 2018

ARTIGO

Sônia Puxian: "Sim, sim; não, não"

Jornalista

22 SET 2017Por 02h:00


A indecisão é inimiga da ação. Por quê? Quando você está indeciso, deixa de tomar decisões que poderiam te levar ao sucesso e ao crescimento. Essa incerteza cede lugar à dúvida, que entra em campo e transforma a sua ação em pausa. Pausa para analisar a fundo cada situação e verificar se é correto ou não tomar tal atitude.

Nesse compasso de espera, a sua ideia, que talvez fosse boa ou ótima, pode ficar em segundo plano ou ser delegada ao esquecimento, uma vez que você não deu a ela o devido valor. Na maior parte das vezes, as ideias que chegam de surpresa e dão aquele sinal de que algo bom vai acontecer despertam temor e receio. “Mas será que é bom mesmo? ”.

Pronto! A dúvida já se instalou... Pois é assim mesmo que acontece na maior parte das ideias que se instalam no pensamento. Tudo tem início no pensamento e também no desejo de tornar real essa ideia ou projeto. É importante sonhar, idealizar e realizar. 

Para saber se vai dar certo, não adianta ficar sentado no sofá pensando e analisando no silêncio das hipóteses qual seria a melhor solução. Qualquer que seja a solução, no pensamento ela é irreal e corre o risco de ser apagada pela indecisão. Ugh! E aí tudo fica seguro, mas será que vale a pena ficar estagnado na zona de conforto?

Se isso fosse correto, grandes empresas não seriam instaladas, negócios grandiosos não seriam desenvolvidos, grandes empreendimentos não seriam realidade... A não tomada de decisão é um obstáculo que paralisa, daí a importância de agir. 

Anote aí o que diz David Niven no livro “Os 100 Segredos das Pessoas de Sucesso”: “Você precisa de confiança para ter sucesso. Você já ouviu isso. Já leu sobre isso, sabe disso. Confiança significa autoestima, e esta deve ser construída com base no respeito próprio”. E mais: “Quando algum acontecimento minar a sua autoestima, você precisa ter uma fé inquestionável em você mesmo. Essa fé, na sua integridade, vai ajudá-lo a sobreviver a uma derrota ou até mesmo a uma série de fracassos”. 

O tempo, a persistência, a análise apurada de alguma ideia ou projeto são ingredientes básicos para a realização de qualquer ação. O que vale é a firmeza do pensamento e a certeza de que algo vai acontecer para torná-la real. 

Quantas vezes você trancou seus projetos na gaveta e esperou a hora certa de agir? Em quantas ocasiões a incerteza tentou lhe dar a certeza de que aquilo não estava na hora certa para acontecer? Tudo isso gera dúvidas e a dúvida paralisa! Quantas vezes você disse “sim” e a sua indecisão disse “não”.

Tudo isso é parte da tentativa de se fazer algo que vai mexer com a sua estrutura psíquica, emocional e vai gerar incertezas. E também porque nada acontece rapidamente. É necessário dar o tempo certo. 

Veja o que diz o autor Niven: “A maioria das coisas que você quer não vai aparecer do dia para a noite. As coisas mais importantes levarão anos para serem conquistadas. Como ter estímulo para prosseguir sabendo que ainda tem muito caminho pela frente?”. 

Em tudo o que se planeja, é importante persistir. “Os persistentes também acreditam que, mais importante do que entender a tarefa que têm pela frente, é se conhecerem e saberem as perspectivas que têm no futuro”, diz Niven. 

Uma decisão requer consciência, segundo o autor: “Ao comparar pessoas que tendem a desistir facilmente com aquelas que tendem a prosseguir, mesmo durante desafios difíceis, pesquisadores descobriram que os persistentes gastam duas vezes mais tempo pensando não sobre o que tem de ser feito, mas sobre o que já conquistaram, o fato de a tarefa ser possível e sua capacidade de desenvolvê-la”. Uau!

E então, vai continuar indeciso? Faça da decisão a amiga da sua ação, somente ela vai poder dizer: sim, sim; não, não. Tenham ótimos dias e grandes realizações...
 

Leia Também