Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ARTIGO

Sônia Puxian: "Cada um deles subia no burrico"

Jornalista

2 AGO 19 - 02h:00

Conta a lenda que certa vez caminhavam por um vilarejo um senhor de idade, um menino e um burrico carregado de bagagens. Durante a caminhada iam conversando e apreciando os locais por onde passavam...  

Como a caminhada era longa “cada um deles subia no burrico” para evitar um cansaço maior durante a caminhada e assim iam alternando, entre uma conversa e outra. Em alguns momentos o velhinho sentava-se no burrico, em outros o menino, e em outros ainda o burrico ia sozinho para que também pudesse descansar de mais peso nas costas.

Durante a trajetória, com a passagem em cada novo vilarejo, as pessoas teciam comentários a respeito do que viam. Em um deles o velhinho estava sentado no burrico e atravessaram a região dessa maneira para que pudesse descansar um pouco da caminhada.

As pessoas que viram essa cena comentaram: “Nossa que velhinho insensível, deixa o garoto pequeno caminhar e ele vai sentado”. Depois de algum tempo o velhinho desceu e colocou o garoto sentado no burrico. Ao passarem por outro vilarejo as pessoas comentaram: “Puxa como esse menino tem coragem de ir sentado e deixar o velhinho ir a pé!”.

Em outra ocasião o burrico foi sozinho, sem ninguém sentado em suas costas, para evitar o sobrepeso e também descansar. Ao verem essa cena as pessoas comentaram: “ Que velhinho insensato, por que não vai sentado no burrico?”. E ainda em outra ocasião comentaram: “Por que o burrico não leva o menino sentado pra ele não se cansar da caminhada?”.

Moral da história: “Não importa a atitude que você vai tomar, porque cada qual vai ter sua opinião e fazer comentários a respeito da sua decisão”. Muitas vezes o que está certo pra você, para o outro é inconcebível. Outras vezes o que poderia estar correto para o outro pode não estar para você. O que pensar disso tudo? Pensar sobre isso, tudo bem, o que não pode é delegar ao outro a resposta para as suas decisões.

Achou correto? Faça porque ninguém vai concordar com o seu ponto de vista ou atitude, até mesmo porque quem traçou o plano da caminhada foi você, e só você sabe onde chegar e como chegar. Decisão e firmeza de propósito caminham juntos. Qualquer alteração impensada pode mudar o roteiro de forma drástica.

Muitas vezes os comentários podem servir de alteração de rota e ponto de vista. Mas uma coisa é certa, fica difícil seguir a opinião de todos, porque cada qual tem a sua. Imagine o ping - pong de erros e acertos durante uma caminhada ou escolha mais apurada de que rumo seguir.

Nem sempre é possível agradar a todos, uma vez que a decisão é pessoal e o caminho é sempre individual na hora de seguir por novos rumos.  O que importa é a sua atitude, seu ponto de vista e escolha. Cada qual sabe que rumo tomar e qual atitude escolher durante a trajetória que é pessoal e intransferível. Já pensou nisso?

Permita que o burrico que está no comando da caminhada levando sua carga pesada seja dirigido por você. Em algum momento você se senta, em outro o menino, em outro ainda o burrico vai sozinho, e em meio a essas alternativas o caminho vai se tornando mais curto e agradável. Prossiga!

A chegada ao destino vai mostrar quem estava com a razão, afinal o caminho é seu e a trajetória foi traçada por você. Veja bem: “Nessa caminhada uniram-se o velhinho que tem larga experiência e o menino que foi aprendendo através dessa convivência”. Uma boa medida para um e outro!Boa caminhada, muitas alegrias e grandes realizaçõesssss... Ah! Não se esqueça de levar água e se hidratar bastante. Brincadeirinha, hehehe, é só pra descontrair... Meus textos nascem assim, no calor da emoção, logo ao acordar e então corro para a máquina e digito no momento da inspiração.... Agora sim vou tomar meu café da manhã. Servido?

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial deste sábado/domingo: "Desafios de fim de ano"

ARTIGO

Venildo Trevisan: "Para onde vamos?"

Frei
OPINIÃO

Gustavo Milaré: "Os cuidados e direitos do consumidor na Black Friday"

Advogado
CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta sexta-feira: "O que nos representa"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião