Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ARTIGO

Fábio Gilberto Gonzalez: "Eixos centrais para o desenvolvimento da Capital"

Advogado e administrador de empresas

26 ABR 19 - 02h:00

Passadas as eleições presidenciais, um novo ciclo de renovação política se anuncia, desta vez na esfera municipal. Tendo em vista o longo período de estagnação econômica vivido em Campo Grande nos últimos tempos, vale a reflexão sobre quais seriam os eixos centrais para de fato colocar a cidade em um patamar mais alto e mais digno de nosso povo.

Reduzir a máquina pública é essencial para sanear as contas públicas do município, sobretudo, promovendo a integração das informações dos sistemas informatizados entre todas as secretarias de modo a tornar a gestão mais eficiente e com significativa redução de custos. Deve-se buscar eliminar procedimentos desnecessários, retrabalho e funções cujo foco não seja o atendimento ao público.

A mobilidade urbana e a infraestrutura devem ser tratadas de forma a melhorar a vida das pessoas desta e das próximas gerações, ou seja, é necessário eliminar os gargalos existentes que impedem o crescimento, melhorando o fluxo de pessoas, bens e serviços, dando a devida importância ao planejamento de como a cidade será no futuro, com adequado zoneamento urbano, integração de modais de transporte, dando ênfase para o transporte coletivo como metrô de superfície, entre outros.

É necessário criar condições para aumentar o nível de qualificação de mão de obra para concorrer com os grandes centros, de forma a reter e atrair profissionais qualificados para atender à demanda de nossas empresas e permitir o surgimento de novos negócios por empreendedores locais e pelos que serão atraídos em decorrência do aumento de competitividade ocasionado por essas ações.

Educação, saúde e segurança são itens básicos para garantir o mínimo de qualidade de vida para as pessoas. Soma-se a isso a valorização da cultura e ações de fortalecimento da identidade do campo-grandense, o que fará com que o sentimento de amor por nossa terra se fortaleça cada vez mais, gerando cidadãos ativos, e não apenas moradores da cidade.

Para consolidar a cidade e a região como local atrativo para bem viver e empreender, é importante que se tenha como objetivo a transformação de Campo Grande em um centro de negócios e eventos nacionais e internacionais, com extenso calendário de feiras, exposições, eventos empresariais, acadêmicos, culturais e esportivos, de forma integrada, garantindo movimento ao longo dos anos.

Por fim. Campo Grande deve adotar uma postura proativa e ousada, passando a ser protagonista no cenário nacional e internacional, tornando-se de fato uma cidade ganhadora, que proporciona o que há de melhor para seus moradores. Que os postulantes a cargos públicos nas próximas eleições tenham consciência das potencialidades de nossa terra!

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Bons ventos estão de volta"

ARTIGO

Londres Machado: "Da primeira Constituição de MS aos dias de hoje: valeu a pena"

Deputado estadual
OPINIÃO

Gilson Cavalcanti Ricci: "O Pégaso da Paraíba"

Advogado
CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial deste sábado/domingo: "O começo do fim da burocracia"

Mais Lidas