Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Otimismo presente!"

Confira o editorial desta segunda-feira: "Otimismo presente!"
26/08/2019 03:00 -


É para o futuro que estamos olhando. Como presente de aniversário, oferecemos a Campo Grande o que uma cidade que está passando por muitas transformações precisa: ideias e ações.

O otimismo é algo transformador na vida de uma pessoa, de uma comunidade ou de um povo. É ele que cria meios para se vencer os desafios que o acaso apresenta diariamente. É também o que dá a força necessária para transpor as barreiras típicas de qualquer ambiente em que a imprevisível vontade humana determina os rumos.

Sobre os desafios, no caso específico de Campo Grande, eles foram muitos nesta década que se aproxima do fim. Sobretudo entre os anos de 2013 e 2016, em razão da falta de estabilidade na gestão do município, com cassação de mandato, investigações e chuvas de liminares. Nessa tensa disputa, quem mais sofreu foi a cidade.

O desafio foi grande, mas a cidade o superou, e o otimismo da população, aos poucos, está sendo resgatado. A esperança vem, sobretudo, das novas perspectivas que começaram a ser abertas na cidade.

A capital de Mato Grosso do Sul encerra a década olhando para frente. Neste ano, especificamente neste mês de agosto, o novo Plano Diretor da cidade entrou em vigor. A construção desta lei foi desafiadora – levou quase dois anos –, e o resultado deste trabalho árduo foram diretrizes que, ao mesmo tempo, preservam o meio ambiente e incentivam a sustentabilidade.

Também em 2019, o Centro da cidade teve a transformação tão esperada. As obras na Rua 14 de Julho, a principal via comercial de Campo Grande, tiveram início no ano passado, mas foi neste ano que, aos poucos, a população passou a testemunhar os efeitos do projeto – muito abrangente, por sinal. Um ambiente diferente também gera mudança no comportamento da população – e isso, visivelmente, já está acontecendo.

Essas duas medidas, Plano Diretor e encaminhamento do Reviva Centro, trouxeram novos ares a Campo Grande, e, quando há novas perspectivas, a cidade começa a se repensar; as pessoas começam a rever muitos planos e, claro, pensar no futuro.

É para o futuro que estamos olhando. As mudanças estão acontecendo e, como presente de aniversário, oferecemos a Campo Grande o que uma cidade que está passando por muitas transformações precisa: ideias e ações. A cidade onde o Correio do Estado surgiu, há mais de seis décadas, e que nos acolhe até hoje merece boas soluções para seus desafios e ainda muito mais beleza e desenvolvimento do que já tem. Assim será. Somos otimistas. Parabéns, Campo Grande!

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?