Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NATAÇÃO

Nadador do Estado conquista o ouro na Copa do Mundo

Nadador do Estado conquista o ouro na Copa do Mundo
13/09/2010 14:08 -


JAKSON PEREIRA

O nadador douradense Lucas Kanieski encerrou sua participação na etapa do Rio de Janeiro da Copa do Mundo de Natação com a medalha de ouro nos 1.500 m livre. No sábado o atleta já havia conquistado a prata nos 400 m livre.
Além do primeiro lugar na prova com o tempo de 14m53s19, o sul-mato-grossense garantiu o índice para o Campeonato Mundial de Dubai, que será disputado em dezembro. O segundo lugar na prova ficou com o também brasileiro Luiz Rogério Arapiraca, seguido do japonês Kenichi Doki.
A medalha de Lucas Kanieski foi o segundo ouro de um atleta sul-mato-grossense na competição, disputada no Parque Aquático Maria Lenk. No sábado, o campo-grandense Leonardo de Deus foi primeiro nos 200 m borboleta.
Balanço
Com as três medalhas conquistadas por Lucas Kanieski e Leonardo de Deus, o Brasil terminou a etapa carioca da Copa do Mundo de Natação com 59 medalhas, sendo 16 ouro, 22 prata e 21 bronze. O principal destaque do País na competição foi Thiago Pereira, que ganhou quatro medalhas de ouro e também o prêmio pela melhor performance masculina da competição na prova de 200 m medley.
Outro destaque foi César Cielo. No sábado o principal nadador brasileiro já havia garantido ouro nos 100 m livre e ontem nadou os 50 m livre em 21s16, tempo que venceu a disputa na Copa do Mundo, e garantiu vaga no Mundial de Dubai.
O próximo desafio dos atletas será daqui a duas semanas, novamente no Parque Aquático Maria Lenk. Será a disputa do Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu José Finkel, onde os atletas buscarão melhorar os tempos para confirmar o lugar na seleção brasileira que vai a Dubai.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...