42 milhões de malas somem dos aeroportos todo ano

42 milhões de malas somem dos aeroportos todo ano
17/03/2009 21:10 -


     

        Quarenta e dois milhões de malas são perdidas nos aeroportos em todo o mundo por ano, sendo que 1,2 milhão delas jamais são encontradas de novo pelos passageiros. Diante dessa situação, considerada "crítica", a Comissão Europeia lançou hoje (17) uma investigação contra empresas aéreas e aeroportos e quer estabelecer novas multas. O temor é de que, se essa tendência não for revertida, 70 milhões de malas serão extraviadas, por ano, até 2019. "A escala do fenômeno é preocupante", afirmou a Comissão.

No Reino Unido, o Conselho de Usuários do Transporte Aéreo se queixam de que os passageiros não estão sendo compensados de forma adequada pelas perdas de malas.

Em 2007, a cada 2 mil passageiros, um teve sua mala perdida e nunca mais achada. Diante da dimensão dos prejuízos, a UE agora defende uma "intervenção dos governos" no tema.

        O comissário de Transporte da Europa, Antonio Tajani, anuncia que pedirá informações de empresas aéreas e aeroportos. Segundo ele, entre 2006 e 2007, o número de malas perdidas subiu em 8 milhões de unidades. (Com Agência Estado)

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".