Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Abraji considera relativização do sigilo de fonte inconstitucional

Abraji considera relativização do sigilo de fonte inconstitucional
23/09/2008 10:40 -


     

 


         

A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) considera inadmissível a proposta do ministro da Defesa, Nelson Jobim, de mudar a legislação para obrigar a imprensa a revelar suas fontes.


        

Durante depoimento à CPI dos grampos no último dia 17, o ministro disse aos integrantes da comissão que era preciso discutir se o sigilo de fonte era ou não absoluto ou se poderia ser ?relativizado? em alguns casos.


        

O sigilo de fonte é um direito garantido pela Constituição e do qual o jornalista e a sociedade não podem abrir mão. A Abraji entende que o jornalista tem o direito e o dever de publicar assuntos de interesse público e pede que os congressistas brasileiros respeitem a Constituição e assegurem o sigilo de fonte, um direito de extrema importância para a garantia da liberdade de imprensa.

 

Com informações da Abraji

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!