Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Campo Grande

Zumbido no ouvido será debatido em jornada científica

9 AGO 2012Por DA REDAÇÃO09h:33

O zumbido no ouvido – ruídos estranhos produzidos na via auditiva – é um problema que atinge cerca de 25% da população adulta em todo o mundo, de acordo com estudo publicado pela revista American Journal of Medicine. No dia 31 de agosto, o tema será o centro das discussões da “3ª Jornada de Deficiência Auditiva de Campo Grande”, promovida pela Fundação para o Estudo e Tratamento das Deformidades Crânio-Faciais (Funcraf), em parceira com o Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da Universidade de São Paulo (USP).

A médica otorrinolaringologista Tanit Ganz Sanchez, professora associada da Faculdade de Medicina da USP, criadora do Grupo de Pesquisa em Zumbido do Ambulatório de Otorrinolaringologia da FMUSP e autora do livro “Quem disse que zumbido não tem cura?”, é uma das convidadas do evento.

A pesquisadora abordará os diferentes tipos de zumbido e as maneiras de como aperfeiçoar o diagnóstico, tratar de modo personalizado e otimizar os resultados. A programação da Jornada, que acontece das 8h às 17h30min, no Anfiteatro da Unimed de Campo Grande (Rua Goiás, 695, Jardim dos Estados), conta com palestras, mesa redonda e exposição de casos clínicos.

O evento é voltado a profissionais e estudantes da área da saúde, pacientes da Funcraf e familiares e demais interessados. As inscrições serão recebidas até o dia 15 de agosto, na Funcraf de Campo Grande (Rua 14 de Julho, 4.827, Bairro Monte Castelo). Mais informações pelo telefone (67) 3368-6206. As vagas são limitadas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também