Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

ECOLOGIA

WWF apresenta resultados da pegada ecológica de Campo Grande

5 ABR 2011Por BRUNA LUCIANER10h:16

 

O WWF-Brasil e a Prefeitura Municipal de Campo Grande apresentam, nesta quinta-feira, os resultados do estudo sobre a Pegada Ecológica de Campo Grande, primeira cidade do Brasil a ter este cálculo. A apresentação será na abertura de oficina com parceiros, organizada pela ONG e pela prefeitura, dia 7 de abril, às 8h30, no Museu das Culturas Dom Bosco, no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande. 

A pegada ecológica de um país cidade ou pessoa corresponde ao tamanho das áreas produtivas de terra e mar necessárias para produzir e sustentar determinado estilo de vida. É uma forma de traduzir, em hectares, a extensão de território que uma pessoa ou toda uma sociedade “utiliza”, em média, para sustentar suas formas de alimentação, moradia, locomoção, lazer, consumo entre outros. 

A metodologia vem sendo testada em algumas cidades do mundo mas, no Brasil, é a primeira vez que é desenvolvida para uma cidade.  O trabalho é realizado pelo WWF-Brasil em parceria com a prefeitura de Campo Grande, com o apoio do Global Footprint Network (GFN), Ecossistemas e Universidade Anhanguera. O objetivo é usar a pegada ecológica como uma ferramenta de gestão pública, uma espécie de indicador de sustentabilidade para a cidade. 

Além de apresentar os resultados do estudo, na oficina também serão discutidas ações de mitigação (diminuição de impactos) que ajudem a reduzir a pegada ecológica de Campo Grande. 

No dia 13 de abril, o estudo será apresentado na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA/USP), das 11h30 às 13h30. 

Leia Também