Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

RADICAL

Wakeboard abre as disputas na Capital

23 OUT 2010Por JAKSON PEREIRA00h:30

Os principais atletas do wakeboard da América do Sul movimentam Campo Grande desde ontem com a disputa do Campeonato Sul-Americano da modalidade, que pelo segundo ano consecutivo acontece no lago do condomínio Nasa Park, na Capital sul-mato-grossense.

Na tarde de ontem aconteceram os primeiros treinos livres e reuniu cerca de 50 wakeboarders, sendo 20 de Mato Grosso do Sul e o restante de outros estados do Brasil e de outros países, como Argentina, Paraguai e Equador. “Eles (os atletas) estão muito empolgados com a competição e mais uma vez estão encantados com a beleza da cidade”, comentou o atleta e presidente da Associação Pantaneira de Wakeboard, Eduardo André Miranda, um dos organizadores da competição.

Hoje, no período da manhã, alguns pilotos voltam ao lago para os últimos ajustes nos barcos e logo após, a partir das 10h, acontecem as disputas dos torneios classificatórios para as provas de amanhã, que começam às 10h e seguem até as 16h.

O Sul-Americano está divido em sete categorias: pró, open, feminino, avançado, intermediário, iniciantes e wakeskate, e os campeões, além de troféu, receberão premiação em dinheiro que pode chegar a R$ 5 mil.

“Vamos receber os principais atletas do continente e espero contar novamente com o apoio da torcida, como aconteceu no ano passado”, convocou Eduardo Miranda, ao afirmar que não será cobrado ingresso para a entrada dos torcedores.

Com a disputa do Sul-Americano na Capital pelo segundo ano consecutivo, a cidade entra de vez no calendário da modalidade e segundo o presidente da Associação Pantaneira de Wakeboard, na próxima temporada, além da competição continental, o Estado deve receber uma etapa do Campeonato Brasileiro pela primeira vez. “Estamos trabalhando para isso e no próximo ano tenho certeza que recebemos o nacional”, disse Eduardo.

Leia Também