terça, 17 de julho de 2018

Voto de minerva livra Artuzi da cassação

8 ABR 2008Por 21h:01
     

Carregado nos braços por eleitores que choravam e gritavam "Deus existe!", o deputado estadual Ari Artuzi (PDT) comemorou, na noite de hoje, a vitória no processo de cassação de seu mandato por infidelidade partidária, pedido pelo PMDB. Foi o primeiro julgamento de um deputado de Mato Grosso do Sul com base na intepretação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de que o mandato pertence ao partido e não ao candidto eleito.

Depois de um julgamento que se arrastava desde o dia quatro de março, Artuzi foi absolvido com o voto de minerva do desembargador Oswaldo Rodrigues de Melo

Leia a matéria completa amanhã no Correio do Estado.

 

Leia Também