terça, 17 de julho de 2018

SELEÇÃO BRASILEIRA

Votação de 175 jornalistas inclui Lucas

26 DEZ 2010Por Neri Kaspary00h:01

O sul-mato-grossense Lucas, que atua no Liverpool, da Inglaterra, foi um dos 11 escolhidos para integrar a seleção brasileira de futebol de 2010 escolhida por 175 jornalistas da área esportiva. Revelado pelo Grêmio e um dos responsáveis por tirar a equipe da segunda divisão, há cinco anos, na famosa Batalha dos Aflitos, o douradense está há mais de quatro anos no time inglês e foi convocado tanto pelo técnico Dunga quanto por Mano Menezes, que já o conhecia desde a época em que atuava pela equipe gaúcha.

 A votação dos jornalistas mostra que o processo de renovação do meio de campo para frente no time do técnico Mano Menezes é inevitável. Nenhum dos seis jogadores no sistema 4-4-2 adotado pelos votantes esteve na Copa do Mundo da África do Sul. O único setor preservado e que lembra o utilizado por Dunga no Mundial é o defensivo.

Julio Cesar segue com moral apesar das falhas no jogo com a Holanda nas quartas de final e fica com a camisa 1. Fruto, com certeza, de seus cinco títulos conquistados com a Internazionale de Milão na temporada. O zagueiro Lúcio vem da mesma forma.

Outro remanescente da Copa é o lateral-direito Daniel Alves, do Barcelona, outro que foi muito bem no seu clube.

Thiago Silva, do Milan, reserva de Juan na África, forma a dupla de zaga com Lúcio, ao receber 52,28% dos votos, o terceiro mais votado. Marcelo, do Real Madrid, ficou com a vaga na lateral-esquerda.

O meio-de-campo reúne três volantes com qualidade para distribuir o jogo: Elias, que trocou o Corinthians pelo Atlético de Madrid; Lucas, do Liverpool, que foi revelado pelo Grêmio e há vários anos está na Inglaterra; e Hernanes, da Lazio. Eles têm a companhia de Paulo Henrique Ganso, que não teve seu prestígio abalado apesar da séria contusão no joelho, que o impediu de atuar por todo o semestre pelo Santos. Mesmo assim, o meia canhoto ostentou o primeiro lugar na votação da pesquisa, com 83,42%, superando até mesmo Neymar (77,14%), seu companheiro de Vila Belmiro e destaque masculino do ano, que formou a dupla de ataque com pato, do Milan.

(com informações da Agência Estado)

Leia Também