Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

MAIOR DO ANO

Volume de cheques sem fundos aumenta 27% em Mato Grosso do Sul

20 ABR 2011Por DA REDAÇÃO13h:25

O número de cheques devolvidos por falta de fundos em Mato Grosso do Sul no mês de março atingiu o maior nível do ano, segundo dados do Banco Central do Brasil. O nível de inadimplência, que vinha se mantendo abaixo dos 7%, em março saltou a 8% dos cheques transitados.

“Os comerciantes precisam ser cautelosos na checagem de cadastro antes de receber os cheques”, alerta o presidente da Fecomércio MS (Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul), Edison Ferreira de Araújo.

Ele lembra que o mês de fevereiro foi de menor movimentação e também tem menos dias mas, ainda assim, o número de cheques devolvidos em março é alto. São 121 mil lâminas, número 27,1% maior que de fevereiro e 35% a mais que no mês de janeiro.

Outro dado que preocupa é que o valor médio do cheque sem fundo aumentou 3,5% no mês passado em relação ao anterior, passou de R$ 1.488,44 a R$ 1.540,49.

Leia Também