Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

EM SEIS ANOS

Volume de cheques sem fundo é menor

18 ABR 2011Por FOLHA ONLINE09h:36

O volume de cheques devolvidos no Brasil registrou o terceiro mês de alta em março. O percentual de devolução do total de folhas emitidas subiu de 1,83% em fevereiro para 2,13% em março, segundo o Indicador Serasa Experian de Cheques Sem Fundos. Em janeiro, o percentual registrado foi de 1,70%.

Mesmo com as altas consecutivas, o percentual de cheques devolvidos no trimestre foi o menor registrado nos últimos seis anos. De janeiro a março, o percentual de devolução foi de 1,89% das folhas emitidas. No primeiro trimestre de 2005, o indicador registrou 1,74% de folhas sem fundo.

Os economistas do Serasa atribuem a alta de março a fatores sazonais, como gastos com férias e carnaval, além de pagamento do IPVA. Eles também lembram que fatores conjunturais estão dando contribuição mais significativa no início do ano, como pressões inflacionárias e a alta dos juros.

Regiões

A região Norte registrou o maior percentual de cheques devolvidos no primeiro trimestre, com um índice de 4,03%. O Sudeste e o Sul tiveram os menores percentuais no período, com 1,55% e 1,78%, respectivamente.

Roraima liderou a lista dos Estados, com um percentual de 10,88% de devolução. São Paulo ficou na outra ponta com a menor taxa (1,45%) de inadimplência nos pagamentos com cheques.

Leia Também