Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Volkswagen terá novo subcompacto e sedã médio feitos no Brasil

11 JUL 12 - 05h:00ig

O BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – aprovou nesta segunda-feira (9) um empréstimo de R$ 342 milhões para a Volkswagen. O valor será usado para o desenvolvimento de dois novos modelos nacionais além da reestilização de outros veículos e a implantação projetos sociais em torno de suas fábricas no ABC e no Paraná.

O comunicado do banco governamental não especifica detalhes do investimento nem mesmo prazos para sua execução, apenas diz que os dois novos automóveis serão um “subcompacto” e um “sedã médio”.

Sobre o subcompacto, sabe-se que a Volks quer lançar um modelo barato, abaixo do Gol, e que será produzido em Taubaté, unidade que receberá investimentos da empresa. Embora a montadora negue, acredita-se que o veículo será uma versão do up!, um compacto que substituiu o Fox na Europa. Outro dado que coincide com o anúncio é o fato de o empréstimo servir para o desenvolvimento de “novos motores, em linha com o que será oferecido na Europa”, diz o comunicado do BNDES. Recentemente, o fornecedor Röchling Automotive, revelou que produzirá peças para um motor 1.0 de 3 cilindros usado pelo up! E que será fabricado no País.

Sobre o sedã médio pairam mais dúvidas. A VW lançou há pouco mais de um ano o novo Jetta, modelo que é fabricado no México. Com a restrição de importação de produtos vindos desse país, cresce a possibilidade de a marca alemã criar uma linha de montagem no Brasil, porém, há fortes rumores que ela está desenvolvendo um modelo inédito por aqui, que seria baseado num sedã chinês e ficaria posicionado entre o Voyage e o próprio Jetta.

A idéia é lançar no mercado um sedã espaçoso, porém, de custo mais baixo, para enfrentar modelos como o Fiat Grand Siena e o Chevrolet Cobalt, além de substituir o já defasado Polo Sedan.

O anúncio vem em boa hora para a Volkswagen. A montadora é a vice-líder do mercado brasileiro, mas tem tido sérias dificuldades em renovar sua linha, ao contrário das rivais diretas. A exceção será o Gol e o Voyage reestilizados, que chegam ao mercado em agosto, conforme antecipou o iG Carros há algumas semanas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Guedes quer ajustar relatório da reforma

AJUDA FINANCEIRA

Governador decide amanhã se vai aderir ao plano Mansueto

Reunião com equipe já está marcada
BRASIL

PF destrói 1,2 mil tonelada de maconha na fronteira com o Paraguai

BRASIL

Assassinato de ator e seus pais completa uma semana; filha presta homenagem

Mais Lidas