domingo, 22 de julho de 2018

Banda Rivers

Vocalista de banda desaparece da residência

25 OUT 2010Por Vânya Santos00h:35

 

O vocalista da Banda Rivers, Rodrigo de Barros Paiva, de 28 anos, está desaparecido desde a última quinta-feira à noite e a família apela para que a população comunique a polícia caso tenha alguma informação sobre o paradeiro do músico. Ele deixou sua residência, localizada na Rua Tupinambás, Jardim Imá, em Campo Grande, levando R$ 500 e não porta documentos pessoais ou celular.
Casada há quase 12 anos com Rodrigo, Gisele Santos Andrade de Barros, 34 anos, contou que viu o marido pela última vez por volta das 17h40min de quinta-feira, quando passou em seu trabalho, numa luthieria – local que presta serviço de reforma e manutenção de instrumentos musicais – para deixar a chave de casa com o rapaz, já que ela e a filha do casal, de 10 anos, sairiam para comprar roupa.
Gisele contou que chegou em casa por volta das 21h45min e ligou duas vezes para o marido porque estava sem a chave para entrar em casa. Ele não atendeu e ela notou que o portão do imóvel não estava trancado e que a chave estava na porta da residência. “A casa estava em ordem, mas ele deixou celular, carteira, estava só com a roupa do corpo e levou R$ 500, que a gente deixava guardado”, descreveu a mulher, garantindo que Rodrigo não pegaria aquela quantia sem avisá-la. 
 
Perfil
De acordo com Gisele, Rodrigo não é usuário de droga, não fuma, não bebe e costuma cumprir com suas obrigações, como comparecer ao trabalho e seguir a agenda de shows da banda. Ela também garantiu que o casal não teve briga ou desentendimento nos últimos dias. “Ele nunca fez isso e é estranho porque não avisou pai, mãe e nem deixou bilhete”, ressaltou. 
A mãe de Rodrigo, Catarina de Barros Paiva, 50 anos, confirmou a versão da nora e afirmou que o filho não costuma faltar no trabalho. “Eu peço que a polícia investigue e se alguém souber de alguma coisa avise porque até agora ninguém sabe de nada”, ressaltou.
Parentes e amigos do vocalista estão se organizando para promover uma mobilização hoje, a partir das 19h, na Praça do Rádio, região central de Campo Grande. O objetivo é sensibilizar a população e a polícia para que solucione o caso.

Leia Também