Quinta, 22 de Fevereiro de 2018

Viúvo de mulher 58 anos mais velha se casa com um gay na Argentina

20 AGO 2010Por 23h:00
     

Um jovem de 27 anos, viúvo de uma mulher que era 58 anos mais velha que ele, contraiu um matrimônio gay nesta sexta-feira (20) em um cartório da cidade argentina de Santa Fé (centro).

Reynaldo Wabecke beneficiou-se dessa forma da nova lei que autoriza casamentos gays na Argentina, três anos depois de ter se casado, aos 24 anos, com Adelfa Volpez, de 82. A idosa morreu em 2007 pouco depois de voltar da lua de mel no Rio de Janeiro.

As paredes externas do cartório foram pichadas com ofensas ao casal.

A prefeitura da cidade emitiu uma nota na qual destacou "os avanços em termos de igualdade de direitos", mas advertiu que "é preocupante a aparição de expressões hostis, e por isso o Estado e a sociedade civil devem coordenar ações de sensibilização e crescimento cultural".

A Argentina, cuja população majoritariamente professa o catolicismo, é o primeiro país latino-americano a contar com uma legislação federal que autoriza o casamento gay.

Leia Também