Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 21 de setembro de 2018

violência contra mulheres

Vítimas devem fazer denúncia, alerta delegada

14 JAN 2014Por Gabriel Maymone15h:35

A titular da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), Rosely Molina, alerta as vítimas de violência que, embora com receio, denunciem seus agressores. “As mulheres devem ter consciência que possuem direitos e que estes direitos devem ser respeitados”.

Somente neste ano, já foram registrados 208 casos de violência doméstica. Diante do alto número de casos, a delegada afirma que a polícia está enfrentando a situação com medidas repressivas, responsabilizando penalmente os autores de delito e oferecendo acolhimento e proteção às vítimas, oferecendo as mesmas a possibilidade de solicitação de medidas protetivas de urgência, seja preventivamente com a realização de campanhas de sensibilização.

A delegada diz que a Deam tem instaurado os Inquéritos Policiais e procurado concluir as investigações destes crimes com a maior celeridade possível.

As estatísticas mostram números impressionantes: no ano de 2013, foram registrados 5.640 (cinco mil, seiscentos e quarenta) boletins de ocorrência, dos quais 3.022 (três mil e vinte e dois) inquéritos policiais relatados e 839 (oitocentos e trinta e nove) boletins de ocorrência circunstanciados foram encaminhados à Vara de Violência Doméstica e Familiar desta cidade, sendo que só neste ano de 2104, já se contabiliza 208 (duzentos e oito) registros de Boletim de Ocorrência.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também