Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Vingança

Vítima de vingança não teve tempo de reagir

9 DEZ 2010Por karine cortez03h:25

O pintor Daniel Delmondes, 38 anos, não teve tempo de reagir às agressões e quando chegou ao local do crime que havia sido praticado por seu filho, um adolescente de 15 anos, já foi recebido com pedradas, chutes e socos, conforme apurou a delegada Maria de Lourdes. “As investigações apontaram e as testemunhas também, que Daniel nem sequer teve qualquer possibilidade de defesa e muito menos saber ali o que estava acontecendo. Ele já foi arrancado do veículo, não por populares, mas sim pelos próprios amigos e pelo pai do Lucas. O Daniel foi arrastado a socos e pontapés por pelo menos 100 metros do seu veículo até as proximidades da casa de Paulo onde acabou sendo esfaqueado”, enfatizou.

A delegada também ouviu uma testemunha, considerada chave para as investigações. A pessoa confirmou que foi Paulo Roberto Lopes quem pegou a faca usada para matar Daniel. “Não consigo esquecer a cena. Várias pessoas tentaram apartar, mas eram muitos agredindo o Daniel que ficou com o rosto totalmente desfigurado devido as pedradas, socos e chutes. Eles (pai de Lucas e amigos) bateram bastante na região da cabeça e rosto”, disse chorando.

De acordo com a delegada, as investigações continuam e, até mesmo, os que apedrejaram Daniel responderão por homicídio. (KC)

Leia Também