quarta, 18 de julho de 2018

Vigilante confessa ter matado e esquartejado filha

21 ABR 2010Por 10h:04
     

                Um pai confessou ter matado e esquartejado a própria filha na véspera do Natal em dezembro de 2007. O crime aconteceu no Jardim das Imbuias, periferia da zona sul de São Paulo. A menina, Michele Alves dos Santos, tinha apenas 15 anos na época. Após dois anos e três meses do crime, o vigilante José Maurício resolveu confessar o assassinato da filha à polícia. Depois de dar várias desculpas sobre o paradeiro dela, José caiu em contradição e declarou a culpa. Depois do crime, ele chegou a fazer um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da menina para enganar a polícia. Além disso, acusou um ex-namorado e um colega da vítima de terem cometido o crime.  O corpo da menina foi cortado em pedaços, colocado em sacos plásticos e jogado em um terreno baldio.

                Com informações da Band

Leia Também