sábado, 21 de julho de 2018

TÍTULO 'PROTESTADO'

Vigaristas aplicam golpe e deixam donos de postos em alerta em todo o País

13 NOV 2010Por DA REDAÇÃO07h:00

Empresários revendedores de combustíveis devem ficar atentos e alertar seus funcionários a respeito de um novo golpe que vem sendo praticado no País. Uma quadrilha que possui base em São Paulo está mantendo contato com os postos, por telefone, se identificando como funcionários de um cartório de protesto. O gerente de um posto em Campo Grande foi vítima dos golpistas.

De acordo com a denúncia encaminhada ao Sinpetro, ao atender o telefone o gerente do posto foi informado por um falso atendente de um cartório de protesto de São Paulo que a empresa iria ter um título protestado. O vigarista possuía todos os dados do estabelecimento, como CNPJ, endereço e razão social, o que levou o funcionário do posto a acreditar que de fato estava conversando com uma pessoa do suposto cartório.

Para que o protesto não fosse efetivado, o vigarista solicitou o depósito de uma quantia em dinheiro ao funcionário do posto, a fim de que o título fosse quitado. O dinheiro foi depositado, mas pouco tempo depois descobriu-se que se tratava de um golpe.

O Departamento Jurídico do Sinpetro tentou entrar em contato com o suposto funcionário do cartório, mas os números dos telefones informados eram de outros estabelecimentos comerciais. A diretoria do sindicato está orientando os empresários a entrar em contato com a assessoria jurídica, caso recebam telefonemas semelhantes, a não efetuar nenhum pagamento e não passar informações cadastrais de suas empresas.

Leia Também