quarta, 18 de julho de 2018

Vídeo Índio Brasil está com data marcada para 2011

10 AGO 2010Por 04h:30
     

Terminou no sábado (07), a 3ª Edição do Vídeo Índio Brasil (VIB) em Campo Grande (MS) e mais 111 cidades brasileiras. Foram oito dias de exibições de filmes e vídeos com temática indígena produzidos por índios e não índios, seminários, oficina de audiovisual, lançamento de livros e exposições ? tudo com entrada franca. Só na Capital de Mato Grosso do Sul passaram pelo projeto 3 mil pessoas nos três pontos de exibição: CineCultura, Aldeia Urbana Marçal de Souza e Instituto Delta de Educação, entre elas, lideranças indígenas, estudantes, pesquisadores, autoridades e índios cineastas. "Alcançamos um grande público e colocamos as imagens e as questões dos indígenas para todo o país. Houve também uma grande cobertura da imprensa, o que ajudou a multiplicar a nossa mensagem", definiu o diretor geral do VIB, Nilson Rodrigues, sobre esta edição do projeto.

Para encerrar o Vídeo Índio Brasil em 2010 uma cerimônia foi realizada no CineCultura e reuniu público mais os alunos da oficina do projeto deste ano - 27 índios de MS e MT que aprenderam durante um semana técnicas de produção audiovisual. Todos receberam diploma de conclusão de curso, e também no sábado, foram exibidos seis curtas-metragens produzidos pelos alunos da oficina.

A Oca Multiétnica, construída em frente ao CineCultura para ser uma extensão da sala de cinema nos dias de Vídeo Índio Brasil, foi doada oficialmente na cerimônia de encerramento do VIB para a Associação das Mulheres Artesãs de Campo Grande, representada por sua presidente Élida Terena. A oca vai continuar sendo utilizada para difundir as culturas indígenas e será instalada na Associação, localizada na Rua Advento Divino de Almeida, 167, Bairro Jardim Noroeste.

Como último ato da cerimônia, a dança sagrada dos Guarani-Kaiowá da Aldeia Urbana Água Bonita, em Campo Grande, emocionou os presentes. Alguns até receberam a proteção do cacique da aldeia por meio de reza da autoridade indígena.

VIB 2011 - O Vídeo Índio Brasil já está com data marcada para 2011. Será aberto em todo o Brasil no Dia do Índio, 19 de abril, e seguirá com programação até o dia 24 do mesmo mês. "É notória a situação difícil dos indígenas no país e nós, enquanto produtores culturais, temos compromisso com as minorias brasileiras. O projeto, por meio do audiovisual, busca devolver a identidade aos índios e difundir as culturas destes povos para fazer do Brasil uma nação", declarou Nilson Rodrigues, diretor geral do projeto, durante a cerimônia de encerramento do VIB. "A capacidade da elite brasileira em se indignar com essas questões é pequena. Nós temos uma grande missão pela frente", emendou.

Vincent Carelli, coordenador do Vídeo nas Aldeias, projeto que completará 25 anos em 2011 e produz audiovisual nas comunidades indígenas de todo o Brasil ? já são 70 vídeos, destacou a importância do Vídeo Índio Brasil como difusor dos conteúdos. "Eu fiquei perplexo com a expansão que o projeto teve nesse ano ao saber que ele estaria em mais de 100 cidades do país. É interessante que num Estado como o Mato Grosso do Sul, com clima tão adverso para os índios, nasça uma iniciativa com esse vigor", observou Carelli, vencedor do Festival de Gramado de 2009 na categoria Melhor Filme, com "Corumbiara" ? também exibido no VIB. O documentarista participou do seminário "A Imagem dos Povos Indígenas no Século 21", no sábado, último dia de atividades

Leia Também