Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

Vídeo Índio Brasil abre semana de programação

1 AGO 2010Por 22h:03
     

A semana está repleta de atividades em todo o país com a programação do Vídeo Índio Brasil (VIB) 2010, que começou no sábado (dia 31-07) e segue até o próximo dia 07-08, em Campo Grande , e em mais 111 cidades de todo o Brasil. Só para a Capital de Mato Grosso do Sul, cidade sede do projeto, estão programadas 60 sessões de exibições de filmes e vídeos com temática indígena nos quatro pontos de realização do VIB: CineCultura (Pátio Avenida: Avenida Afonso Pena, 5.420, Bairro Chácara Cachoeira) com sessões às 17h30min e às 19h30min; Aldeia Marçal de Souza (Rua Galdino, 14, Bairro Tiradentes) com sessões às 19h; Instituto Delta de Educação (Rua Irã, 102, Jardim das Acácias) às 9h30min e 15h30min e OnG Saúde, Educação e Cidadania ? Vitória Régia (Avenida Alvorada, 120, Jardim dos Estados) às 9h, 15h e 19h.

Todos os dias, a partir das 14h30min, o Seminário ?A Imagem dos Povos Indígenas no Século 21? acontece no CineCultura, com debates sobre as novas tecnologias e espaço do índio na mídia. Exposição Ava Marandu, com fotos do projeto realizado em aldeias Guarani de MS, e Oca Multiétnica construída pelos próprios índios que abriga sala de imprensa e mostra de artesanato também são atrações.

A Oficina de Audiovisual para Indígenas é outra atividade em andamento até o próximo sábado, quando a turma de 27 índios de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso vai exibir os curtas-metragens produzidos durante essa semana, que trata do roteiro até o manuseio da câmera. É a oportunidade dos próprios índios contarem suas histórias, a exemplo de várias produções que já estão sendo exibidas no Vídeo Índio Brasil. Quatro cineastas indígenas ministram as aulas.  

Em Mato Grosso do Sul ainda participam do VIB 2010: Fátima do Sul, Jaraguari, Miranda, Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante, Dourados, Bonito e Caarapó. No Brasil, o projeto percorre cidades como Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), Fortaleza (CE), Natal (RN), João Pessoa (PB), Rio Branco (AC), São Luís (MA), Macapá (AP), entre outras.

 

Seminário ?A Imagem dos Povos Indígenas no Século 21?

Na segunda-feira (dia 02-07) a programação acontece com o painel ?Ava Marandu - Os Guarani Convidam? com a presença de Belchior Cabral coordenador do projeto Ava Marandu e os indígenas participantes Ismael Morel, Alfredo Garay, Eliel Benites, Ambrósio Vilhalva, Eliane Juca, Ademilson Concianza, todos de MS.  

 

Terça-feira (03-07) a mesa ?A televisão brasileira e o espaço para a difusão de conteúdos audiovisuais indígenas?, com Beto Almeida da TeleSur (DF). Mediação: Margarida Marques, jornalista (MS).

 

Na quarta-feira (04-07) estará em pauta ?A televisão digital e a ampliação do espaço da TV pública e comunitária: perspectivas de promoção da diversidade cultural brasileira?, com Moysés Corrêa da Associação Brasileira de Canais Comunitários (RJ) e Gisele Dupin da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural (DF), com mediação de Eliel Benites do Ponto de Cultura Teko Arandu (MS).

 

Quinta-feira (05-07) a mídia impressa vai estar no centro dos debates com o tema ?O papel da mídia impressa e o espaço reservado às questões indígenas?, com a participação de Patrícia Bandeira de Melo da Fundação Joaquim Nabuco (PE), Ailton Krenak, jornalista (MG) e Antônio Brand da Universidade Católica Dom Bosco (MS), com mediação de João Terena, jornalista (MS).

 

Sexta-feira (06-07) haverá discussão com o tema ?A internet e o audiovisual: ferramentas de fortalecimento, registro e difusão das culturas indígenas? com as presenças de Jaborandy Tupinambá do Índios On-Line (BA), Devanildo Ramires do Ponto de Cultura Teko Arandu (MS) e Ronaldo Duque da TV Intertribal(DF). A mediação será de Divino Tserewahú cineasta indígena (MT).

       

Sábado (dia 07-08), o painel ?Vídeos nas Aldeias? está confirmado com a presença do coordenador do projeto, Vincent Carelli, também diretor de dois filmes que serão exibidos durante o Vídeo Índio Brasil: ?De volta à terra boa?, documentário sobre os índios Panará e ?Corumbiara?, que entre outros prêmios, conquistou o Kikito de Melhor Filme no Festival de Cinema de Gramado em 2009.

Leia Também