domingo, 22 de julho de 2018

CAMPO GRANDE

Vice-presidente da Colônia Paraguaia critica impeachment

23 JUN 2012Por Walter Gonçalves00h:02

O impeachment do presidente do Paraguai, Fernando Lugo, aprovado ontem (22) pelo Senado do país vizinho, representa um retrocesso, na opinião do vice-presidente da Associação Colônia Paraguaia de Campo Grande, o advogado Albino Romero. Para ele, depois de tantas ditaduras pelas quais o país passou, o povo paraguaio reconquistou a democracia, e o impeachment agora, preocupa.

“A gente fica triste e preocupado, pois os paraguaios que estão aqui (Mato Grosso do Sul) têm familiares lá”, disse. Romero entende queo episódio traz insegurança e pode causar instabilidade, em um momento, segundo ele, em que o Paraguai está em “franco” de desenvolvimento.

Sobre o reflexo da saída de Lugo do poder, Romero disse que a situação no país tanto pode melhorar como pode piorar. Mas acrescentou que o povo paraguaio deverá superar mais esse trauma.

Leia mais no jornal Correio do Estado

Leia Também